Paganini conversou com representantes de entidades e membros do governo (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Paganini conversou com representantes de entidades e membros do governo (Divulgação)
Paganini conversou com representantes de entidades e membros do governo (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui

O prefeito José Natalino Paganini (PSDB) se reuniu com representantes de diversas entidades de proteção animal que atual em Itapira.

O encontro ocorreu no final da tarde desta segunda-feira (2), no gabinete do Chefe do Executivo, e teve por objetivo reunir sugestões e deliberar ações para conter a proliferação dos animais vadios no município, especialmente cães e gatos. Nos últimos dias, o tema tem fomentado polêmica nas redes sociais. Isso pelo fato de que as 320 famílias que passaram a habitar o Residencial Morada Nova, no Loteamento José Tonolli, não podem manter animais em seus apartamentos, de acordo com as regras condominiais.

Há diversos relatos de que algumas das famílias que possuíam animais domésticos acabaram os abandonando durante a mudança para as novas moradias. A reunião contou com a presença de membros de organizações como Amor de Quatro Patas, UIPA (União Internacional Protetora dos Animais), Anjos em Asas e Ninsky, além do secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, José Alair de Oliveira, e do chefe da DPBEA (Divisão de Proteção e Bem Estar Animal), Rogério de Oliveira.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, Paganini demonstrou muita preocupação com a grande presença de animais nas ruas do município e, principalmente, com os casos de abandono de cães e gatos. “Para isso, o prefeito está buscando o apoio das entidades, que podem contribuir com propostas e até mesmo com a participação voluntária nas ações que vierem a ser tomadas”, destacou nota emitida pela administração. “Ao fazer a reunião, Paganini lembrou ainda que este encontro foi mais uma ampliação do diálogo que já mantém com as entidades. Por conta disso, pretende, dentro dos próximos dias, fazer novas reuniões para delinear as atitudes a serem tomadas. Entre as medidas em estudo estão a castração de cães e gatos e a chipagem para controle da população animal de Itapira”, finalizou o comunicado.