Publicidade - Anuncie aqui também!
Imagem divulgada pela DPBEA apresentou o desfecho da ocorrência (Reprodução)
Publicidade - Anuncie aqui

Uma ocorrência envolvendo abandono de um cão paralítico em Itapira virou caso de polícia depois de ganhar repercussão nas redes sociais. O caso aconteceu na tarde da última quinta-feira (23) e mobilizou agentes da DPBEA (Divisão de Proteção e Bem Estar Animal) e ativistas e organizações de proteção animal. Segundo apurado, por volta das 15h30 um homem que dirigia um furgão foi flagrado por populares abandonando o cachorro nas proximidades do bairro rural do Tanquinho, às margens da Rodovia SP-352 (Itapira-Jacutinga).

O veículo, que estava identificado com a marca de uma empresa de Jacutinga (MG), foi fotografado e as imagens com os relatos do ocorrido foram publicadas no Facebook. A grande repercussão fez com que a publicação chegasse até o conhecimento da empresa, que na verdade não tinha qualquer relação com o ocorrido. Segundo o chefe da DPBEA, um funcionário da referida empresa é quem teve a ideia de usar o veículo para cometer o ato de abandono. Agentes da Divisão foram acionados para recolher o animal, mas se surpreenderam ao perceber que o homem havia retornado ao local do abandono devido à grande repercussão do caso.

O motorista de 41 anos foi abordado pelos agentes da Patrulha Ambiental e conduzido à Delegacia de Polícia. Ele alegou que cometeu o crime em um ato de desespero, já que não tinha mais condições de cuidar do cão que possui necessidades especiais. “Foi registrado boletim de ocorrência e o autor foi indiciado pelo crime de maus tratos de acordo com a Lei de Crimes Ambientais, que prevê pena de reclusão de três meses a um ano e multa, assim como foi atuado em R$ 3.200,00 de acordo com a Lei Municipal de Combate a Maus Tratos”, informou Oliveira.

O cão foi acolhido pela UIPA (União Internacional Protetora dos Animais), onde permanecerá em tratamento. “Agora ele terá todos os cuidados necessários para uma condição de vida digna”, finalizou o chefe da DPBA. No Facebook, a empresa lamentou o ocorrido ao publicar uma nota de esclarecimento. “Agradecemos a todas as pessoas que, sensibilizadas, entraram em contato conosco comunicando o abandono de um cachorro, na cidade de Itapira, por alguém que dirigia um carro da nossa empresa. Dessa forma, tivemos conhecimento do fato. Gostaríamos de esclarecer que o responsável pelo abandono foi identificado. Infelizmente, um colaborador da empresa realizou esse ato com o próprio animal de estimação. A atitude em nada reflete os valores da Wool Line”, destacou a nota disponível na íntegra a seguir.