Paganini assinou autorização para licitação de equipamento (Itapira News)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O prefeito José Natalino Paganini (PSDB) autorizou na tarde desta segunda-feira (13) a abertura do processo licitatório para aquisição do mamógrafo que servirá ao Hospital Municipal de Itapira. A compra do equipamento foi divulgada pela administração no sábado e noticiada pelo Itapira News.

A assinatura da autorização aconteceu no Gabinete do Executivo com presença de representantes da Associação Pétalas de Rosas – Rosana Avelina de Oliveira Preto e Vanda da Silveira Moraes Soriani, além de vereadores e secretários municipais. Paganini fez questão de assinar o documento diante das representantes da associação que atua junto às pacientes em tratamento contra o câncer de mama no município.

Rosana e Vanda, da Associação Pétalas de Rosas, foram convidadas ao ato (Itapira News)

A disponibilidade de um mamógrafo no município é uma reivindicação antiga e já motivou até mesmo protestos contra a administração. No ato de assinatura, o prefeito frisou que desde que assumiu a Prefeitura, em seu primeiro mandato, sempre somou esforços para que esse pedido fosse uma realidade – até pelo fato de ter feito da compra de um mamógrafo uma de suas bandeiras de campanha.

Porém, de acordo com ele, os planos esbarraram não só na questão financeira, como também nas dificuldades de credenciamento do município junto ao Ministério da Saúde. “Recebíamos a informação de que não havia demanda suficiente que justificasse a instalação de um mamógrafo em Itapira. Além disso, enfrentamos a grave crise que esgotou muitos dos recursos financeiros. Porém, agora, a Diretoria Regional de Saúde confirmou que a demanda por exames aumentou e, assim, poderemos comprar o tomógrafo com a garantia do credenciamento para que o Ministério da Saúde custeie os exames. E ainda seremos referência regional para as mamografias”, disse o prefeito.

Paganini falou sobre “dificuldades” na aquisição do mamógrafo nos últimos anos (Itapira News)

Presente ao encontro, o secretário municipal de Saúde, Wagner Lourenço, destacou que, atualmente, o município possui uma demanda média mensal de 130 pedidos do exame, oriundos da Rede Básica de Saúde. Já a fila de espera chega perto de mil exames – o atendimento das pacientes da cidade ocorre no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Mogi Guaçu.

Também na reunião, a secretária municipal de Recursos Materiais, Rosemary Trafani, disse que os próximos passos serão dedicados às cotações do equipamento – um mamógrafo analógico. Somente depois disso, daqui a aproximadamente um mês, o edital de abertura da licitação deverá ser publicado. Daí até a conclusão do procedimento, estima-se uma duração média de até quatro meses.

Ou seja, o mamógrafo somente deverá operar mesmo a partir de 2019. Ainda assim, o anúncio da compra do aparelho foi muito bem recebido pelas representantes da Associação Pétalas de Rosas, que ressaltaram a importância do diagnóstico precoce e lembraram o aumento dos casos na cidade.

Ato reuniu vereadores, secretários e membros da Associação (Itapira News)