Abrigo emergencial foi inaugurado na última sexta-feira (Paulo Bellini/ItapiraNews)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O primeiro fim de semana de funcionamento do ‘Abrigo Emergencial Bem Querer’, voltado ao atendimento de pessoas em situação de rua em Itapira, já teve taxa de ocupação entre 30% a 35%.

Entre a noite de ‘estreia’ do espaço – na sexta-feira (5) e o domingo (7), o espaço já recebeu e acolheu moradores de rua do sexo masculino para pernoite das 18h00 às 7h00.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

Na sexta-feira, 10 pessoas procuraram o abrigo, mesmo número do domingo. No sábado, o saldo de ocupação foi de 12 dormitórios. Ao todo, são 34 vagas disponíveis a cada noite.

Todos os atendidos têm à disposição banho, trocas de roupa e duas refeições: jantar e café da manhã. O espaço fica no Della Rocha e é operado pela Secretaria Municipal de Promoção Social.

“Nossa avaliação inicial é muito positiva. Temos um lugar limpo, bonito, arejado e confortável para receber essas pessoas com todo o carinho e dignidade que merecem e em um ambiente de paz”, comenta a secretária Ana Maria Nascimento Brunialti.

Espaço garante banho, alimentação e pernoite a moradores de rua (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O local possui com normas para evitar a disseminação do coronavírus e os atendidos devem seguir várias regras, entre elas a de já passar por atendimento no Centro Pop, equipamento da Promoção Social também destinado ao atendimento de pessoas em situação de rua.

Os frequentadores também não podem estar sob efeito de álcool ou drogas e podem ser revistados antes de entrar. Na chegada, todos os pertences pessoais são colocados em armários individuais protegidos por cadeados. Na saída, pela manhã, todos levam seus pertences pessoais.

A equipe de apoio do Abrigo conta com vigias e cuidadores, além de Assistente Social, auxiliar de serviços gerais e uma coordenadora. Durante a pandemia o atendimento ficará mais restrito ao banho, alimentação e dormitório, mas após esse período passarão a ser desenvolvidas no abrigo atividades coletivas.