Sede da Associação Comercial, no Centro de Itapira (Paulo Bellini/Comunica Conteúdo)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Acei (Associação Comercial e Empresarial) vê com bons olhos o plano de retomada das atividades comerciais no Estado de São Paulo, anunciada na última quarta-feira (27) pelo governador João Doria.

Mais que isso, a entidade de classe também compreende a decisão como resultado da atuação desenvolvida pela Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo) junto ao Governo do Estado, bem como do próprio diálogo da Acei com a administração municipal, que em meados de abril já sugeria a reabertura gradual e escalonada do comércio.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

“Essa flexibilização anunciada pelo governo e acompanhada pela Prefeitura de Itapira atende grande parte das reivindicações apontadas pela Facesp em seu plano de reabertura planejada. Foi um trabalho muito importante paras que pudéssemos nortear as conversas com o governo e município e defender as principais demandas dos empreendedores. Temos hoje o resultado do diálogo com o governo e com a administração municipal, que é a retomada das atividades comerciais dentro de um planejamento”, destaca o presidente da entidade de classe, Célio Batista Altafini.

A Associação Comercial e Empresarial de Itapira, entretanto, ressalta a importância de que a retomada seja feita de forma consciente e responsável. , com todos os empresários e comerciantes seguindo rigorosamente os protocolos sanitários para evitar um possível efeito reverso da medida.

“Estamos conscientes de que, se não tivermos compromisso com essa retomada responsável, em vez de avançarmos, poderemos retroceder e voltar a ter o fechamento do comércio. Precisamos avançar as fases e para que isso aconteça é necessário total respeito de todos às regras, tanto dos comerciantes e empresários quanto dos consumidores”, complementa o gerente da Acei, Rafael Pedroso.

  • APOIO NA RETOMADA

Com a proposta de reabertura gradativa do comércio, a Associação Comercial e Empresarial de Itapira passa a ter um papel ainda mais importante.

“Passamos a ser protagonistas e uma missão nos foi dada: vamos incentivar, promover e acompanhar a implantação dos protocolos sanitários e diretrizes para a retomada econômica”, frisa o responsável pelo setor jurídico da instituição, Gabriel Corrêa.

Dentro dessa proposta, além das orientações e esclarecimentos, a Acei também fará a distribuição de máscaras e ajudará na demarcação de áreas de fluxo nos estabelecimentos de seus associados.

A participação efetiva da Associação Comercial nas fases de retomada da economia em Itapira foi definida em reunião do Comitê Gestor do Coronavírus ocorrida na manhã desta sexta-feira (29), bem como na primeira reunião do Comitê para Enfrentamento da Crise Social, Econômica e Financeira Provocada pela Pandemia, com participação do presidente da entidade de classe na quinta-feira (28).

  • ATUAÇÃO PRESENTE

Desde que toda a situação de quarentena e enfrentamento da pandemia começou, a Associação Comercial se manteve firme em seu papel de defesa e apoio ao empreendedor.

Sem ignorar a importância e necessidade das medidas restritivas, a entidade seguiu trabalhando para buscar a retomada no menor prazo possível, entendendo que muitos empreendedores não resistiriam a mais que 40 dias de paralisação.

Ainda em abril, a Acei na esfera municipal e a Facesp em âmbito estadual propuseram a reabertura de maneira gradual e escalonada a partir do dia 1º de maio, o que não ocorreu.

Ainda assim, a entidade seguiu trabalhando para, ao menos, minimizar os impactos da crise gerada pela pandemia sobre os empresários e comerciantes do município. Como exemplos, é possível citar as vitórias obtidas com o atendimento de pleitos como a prorrogação dos alvarás sanitários, de localização e funcionamento, bem como da aplicação de descontos nas tarifas de água e esgoto para consumidores comerciais e industriais.

A equipe da Acei também se manteve totalmente à disposição dos associados para auxiliar nas mais diversas demandas – até mesmo de acolhimento a empreendedores que demonstraram desespero diante de tudo o que estava acontecendo. “Sem dúvida, todos os nossos diretores e colaboradores estão de parabéns. Todos se mantiveram presentes, seguindo todos os cuidados, para atender e auxiliar nossos associados”, finaliza Altafini.