Colisão frontal destruiu os veículos envolvidos (Portal Mogi Guaçu)
publicidade
Colisão frontal destruiu os veículos envolvidos (Portal Mogi Guaçu)
Colisão frontal destruiu os veículos envolvidos (Portal Mogi Guaçu)

Três pessoas da mesma família, entre elas uma criança de oito anos, morreram em um grave acidente ocorrido no final da noite de sábado (20), na Rodovia SP-107, que liga Jaguariúna (SP) a Holambra (SP). As vítimas foram identificadas como Enivaldo Rosa Silva, 37, a esposa dele, Marta Gomes de Moraes Silva, também de 37 anos, e Tiago Moraes Silva, filho do casal, de apenas oito anos, todos moradores de Mogi Guaçu.

Segundo apurado, o acidente ocorreu por volta das 23h00, a cerca de 500 metros da Rodovia SP-340. Enivaldo e a família trafegavam em um Gol cinza, em direção a Mogi Guaçu, quando colidiu frontalmente contra um Fiat Linea, com placas de Holambra. O motorista, que ainda não foi identificado, sofreu traumatismo craniano e está internado em estado grave em um hospital de Campinas (SP), mesma cidade para onde foram levadas outras duas meninas, ambas filhas do casal. O estado delas também é grave.

Três dos cinco integrantes da família perderam a vida em Jaguariúna (Reprodução)
Três dos cinco integrantes da família perderam a vida em Jaguariúna (Reprodução)

Devido à gravidade do acidente, socorristas de toda a região participaram dos trabalhos de resgate, inclusive uma equipe do Corpo de Bombeiros de Mogi Guaçu. De acordo com socorristas, Marta e Tiago chegaram a ser socorridos com vida, mas morreram a caminho ao Pronto Socorro de Holambra. Enivaldo, por sua vez, morreu na hora. A Polícia Militar Rodoviária esteve no local auxiliando o resgate das vítimas, bem como oficiais da Polícia Científica, que promoveram os trabalhos de perícia técnica.

Segundo informações preliminares, o motorista do Fiat Linea estaria alcoolizado e teria invadido a preferencial do Gol, dando causa ao acidente. As causas da colisão ainda serão apuradas pela Polícia Civil. Os corpos das vítimas foram encaminhados ao IML (Instituto Médico Legal) de Mogi Guaçu e liberados à família para o velório. O sepultamento deve ocorrer ainda neste domingo (21), no Cemitério do Jardim Novo.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui