Suspeito foi preso nesta manhã em Itapira, às vésperas de completar uma semana do crime (ItapiraNews)
publicidade

A Polícia Civil de Itapira prendeu na manhã desta sexta-feira (21) o homem acusado de matar um idoso de 63 anos no último sábado (15) na região da Vila Izaura.

Equipes do SIG (Serviço de Investigações Gerais) cumpriram o mandado de prisão temporária de 30 dias expedido pela Justiça após trabalho investigativo que reuniu elementos suficientes para apontar o rapaz de 29 anos como principal suspeito do crime.

Ex-presidiário, Leonardo de Jesus é acusado de praticamente degolar a vítima, Wanderlei Funi, dentro de sua casa há quase uma semana.

Segundo apurado inicialmente, o suspeito estaria frequentando o imóvel em razão de envolvimento com uma inquilina do idoso e o crime teria ocorrido após desentendimentos.

A Polícia Civil pediu a prisão de Leonardo depois de realizar, nesta semana, novos trabalhos periciais na cena do homicídio, utilizando materiais de criminalística que apontaram vestígios de sangue em vestimentas do acusado encontradas no local.

Operação envolveu equipe do SIG e teve êxito em cumprimento de mandado (ItapiraNews)

A princípio ele já havia negado a autoria do crime, dizendo que é viciado em crack e ia à casa somente para usar drogas, e que quando viu o corpo fugiu com medo de ser preso em razão de seu histórico de cumprimento de pena por envolvimento em vários crimes.

A operação coordenada pela chefe do SIG, Lígia Petri, envolveu também os investigadores Eduardo, Eloy e Francisco, mais a escrivã Gabriele, sob a supervisão do delegado titular Anderson Cassimiro de Lima.

O acusado foi encontrado nas dependências da antiga empresa Aergi, no Cubatão, local que está abandonado e que vem servindo de abrigo para diversas pessoas em atitudes suspeitas.

Antes, a equipe policial passou por dois endereços ligados ao acusado, onde ele não foi encontrado. Cientes de sua condição de usuário de drogas, os policiais resolveram averiguar na área abandonada e tiveram êxito em cumprir o mandado.

  • O CRIME

O assassinato aconteceu na manhã do sábado (15) em uma casa na Rua Imperatriz Leopoldina. A vítima foi encontrada caída no chão da sala, com um corte profundo no pescoço.

Unidades do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegaram a ser acionadas, mas restou à equipe médica apenas a constatação do óbito.

As diligências do SIG começaram no mesmo dia e ao longo da semana os policiais reuniram provas que indicaram o acusado como provável autor do crime. O trabalho investigativo ainda prossegue, mas as autoridades já consideram o caso praticamente elucidado.

Assassinato aconteceu em residência da vítima na Vila Izaura (Paulo Bellini/ItapiraNews)
Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui