Marcos André teve benefício liberado após agendamento ser descumprido pelo próprio INSS em Itapira (Paulo Bellini/ItapiraNews)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A agência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) em Itapira, situada na Santa Cruz, não cumpriu com um atendimento agendado previamente para realização de perícia médica.

O gestor de TI (Tecnologia da Informação) Marcos André Alves Oliveira, 31, se surpreendeu ao chegar ao endereço do órgão federal e se deparar com tudo fechado – o atendimento segue suspenso em razão da pandemia.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter

De acordo com ele, um acidente ocorrido há mais de um mês culminou na necessidade da realização de uma cirurgia e, consequentemente, do afastamento do trabalho pelo período inicial de três meses.

A perícia seria a etapa obrigatória para a liberação do benefício previdenciário, mas simplesmente não havia ninguém para atendê-lo no dia e horário marcados pelo próprio INSS, na manhã da última terça-feira (25).

“Fui informado de que os médicos não estão atendendo por causa da Covid-19, mas não recebi qualquer informação sobre isso”, comentou Oliveira. Antes de agendar o atendimento presencial, ele tentou a opção de perícia online, procedimento que foi recusado.

O próprio sistema do órgão, então, direcionou para o agendamento da perícia presencial. “Mas cheguei no dia e horário marcado e estava tudo fechado, sem previsão de volta. Preciso receber, pois vou ficar 90 dias sem poder trabalhar e talvez tenha que refazer a cirurgia, então pode ser que precise ficar ainda mais tempo sem renda”, destacou.

Ainda de acordo com ele, mesmo não tendo sido atendido na agência, o status do agendamento foi alterado como se a consulta realmente tivesse sido cumprida pelo instituto.

  • RESOLVIDO

Oliveira fez contato com a reportagem do Itapira News ainda na manhã de terça-feira, quando estava defronte à agência do INSS.

De posse dos dados sobre o ocorrido, a reportagem iniciou contatos com a assessoria do órgão, que retornou solicitando informações sobre a documentação do beneficiário.

Na tarde desta quarta-feira (26), enfim, uma boa notícia: o instituto informou à reportagem que o pedido de antecipação de auxílio-doença havia sido concedido.

“O INSS enviou mensagem para o celular do segurado cadastrado no processo com as informações sobre o benefício”, destacou nota, confirmando uma possível falha no sistema de agendamentos.

“Atualmente, o atendimento presencial das agências da Previdência Social está suspenso em razão da pandemia da Covid-19, com retorno previsto para 14 de setembro”, complementou o texto.

O órgão também afirmou que, desde a suspensão do atendimento presencial, uma série de alternativas está sendo oferecida para não prejudicar os segurados. Os detalhes dos atendimentos podem ser consultados neste link.