Capacitação envolveu agentes de todas as Unidades Básicas (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

As secretarias municipais de Saúde e de Promoção Social de Itapira promoveram uma capacitação com todas as Agentes Comunitárias de Saúde do município, informou a Prefeitura.

O intuito é trazer informações sobre o Programa Bolsa Família, que apesar de ativo há muitos anos ainda é alvo de dúvidas da população e também dos servidores que estão envolvidos de alguma forma com sua manutenção.

Para facilitar o trabalho e atingir todos os servidores, os encontros foram divididos de acordo com os territórios de abrangência dos CRASs (Centros de Referência de Assistência Social). No último dia 7, participaram as agentes das Unidades Básicas de Saúde Vila Ilze, Cubatão, Barão e Eleutério, que fazem parte do CRAS I.

Já no dia seguinte reuniram-se as UBSs Flávio Zacchi, Pé no Chão, Figueiredo e Braz Cavengahi, do território do CRAS II. Por fim, no último dia 13, participaram as agentes das UBSs UBS Central, Prados, Istor Luppi e Ponte Nova, da região do CRAS III.

O Programa Bolsa Família tem o papel de reforçar o acesso das famílias à educação e à saúde por meio de alguns compromissos, chamados condicionalidades. Mas não são apenas os beneficiários que têm a responsabilidade de cumprir esses compromissos. O poder público também deve ter um foco nessas famílias ao garantir a elas a oferta e a qualidade dos serviços.

Aline Bueno comandou oferta de orientações (Divulgação)

Foi partindo dessa necessidade de alinhar os compromissos do poder público que a diretora de Promoção Social, Silvia Helena da Rocha Carvalho, e a diretora da Rede Básica de Saúde, Deise Cega Fernandes, idealizaram os encontros.

“No primeiro momento a reunião focou em apresentar a Secretaria de Promoção Social, seus equipamentos e serviços prestados. Depois, houve uma explanação detalhada sobre o Programa Bolsa Família e por último foi elaborado um cronograma de ações para ampliar o acompanhamento de saúde dos beneficiários do programa”, explicou a assistente social Aline Bueno, que ministrou a capacitação. “Os encontros também tiveram como objetivo fortalecer a rede de trabalho, estreitando vínculos entre as duas secretarias para a realização de um atendimento com mais qualidade e objetividade”, completou.

Como uma das ações desse cronograma de acompanhamento, as agentes de saúde já começaram a visitar as famílias beneficiárias para orientá-las quanto à necessidade de atualização dos dados antropométricos (peso e medida) e da carteira de vacinação. Todas as famílias que recebem o benefício devem procurar a Unidade Básica de Saúde de referência até o dia 31 de março para fazer a atualização ou poderão ter seu benefício bloqueado.