Castelion: espírito altruísta em prol dos animais
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Em atividade há quase sete anos na região da Vila Boa Esperança, a Agro Júlio deu um belo exemplo de preocupação com o bem estar dos animais que infelizmente acabam sendo soltos nas imediações e ficam sem abrigo e alimentação.

No último dia 10, a empresa instalou dois dispositivos – um comedouro e um bebedouro – para oferecer, 24 horas por dia, sete dias por semana, ração e água para os animais que passam pelo local.

Os dispositivos criativos e com viés solidário foram colocados estrategicamente na porta da loja, permitindo o acesso dos animais mesmo quando o estabelecimento está fechado. A iniciativa ganhou muitos elogios nas redes sociais e já há projeto para cessão dos modelos para outros comércios e pessoas interessadas em também instalar o comedouro e o bebedouro em suas empresas.

De acordo com o empresário Júlio César Castelion, fundador da Agro Júlio, a ideia já vinha sendo amadurecida em conjunto com sua esposa, a veterinária Bruna Castelion. Eles haviam visto o modelo na internet e começaram a pesquisar a viabilidade. Mostraram o dispositivo a um prestador de serviço de manutenção da própria loja, que desenvolveu os aparelhos.

Isso eliminou um antigo problema: eles já colocavam ração em comedouros tradicionais para os animais da rua. Porém, os potes desapareciam durante a noite e finais de semana. O projeto é simples e emprega canos de PVC que armazenam a água e a ração. “No caso do bebedouro, o desenvolvimento foi um pouco mais complexo, pois foi preciso adaptar um filtro e uma boia para manter o nível da água. O comedouro funciona mesmo só por gravidade”, explica o empresário.

Cãozinho ‘Pirata’ aprovou a ideia

Ainda de acordo com ele, o objetivo de garantir alimentação aos cães que já habitam as ruas do bairro vem sendo cumprido com êxito. “Colocamos somente ração de alta qualidade. Não adianta oferecer comida, mas colocar algo ruim. A gente trata bem os nossos animais e também os que infelizmente acabam ficando vadios, soltos nas ruas”, detalhou. Aliás, não só os cães da rua adoraram a iniciativa, mas também o ‘Pirata’ – cão de estimação da loja, que durante o dia fica no ‘trabalho’ com os tutores e, à noite, vai pra casa com eles.

  • RESPONSABILIDADE E CUIDADOS

Castelion destacou ainda que a iniciativa foi totalmente planejada em todos os aspectos. A água do bebedouro é trocada diariamente – às vezes mais de uma vez por dia – incluindo finais de semana, quando ele vai à loja para tratar dos animais que lá permanecem abrigados. “É uma preocupação não só manter a água limpa e potável para os animais, mas também com relação à dengue. Instalamos já pensando na manutenção diária”, frisou.

Para desenvolver o dispositivo, a empresa investiu quase R$ 130. A ideia de Castelion é buscar formas de baratear este custo para, depois, poder fornecer gratuitamente o modelo aos interessados – que também deverão preencher um cadastro e se responsabilizar pela manutenção e pela oferta de ração de boa qualidade. “Não temos como meta vender esses comedouros e bebedouros, e sim ceder para quem também possui o compromisso de cuidar bem dos animais”.

Quem desejar saber mais sobre o projeto pode manter contato diretamente com a Agro Júlio pelos telefones (19) 3863-2349 ou 3813-2774. A loja fica na Rua Dorothéia de Freitas, 286, na Vila Boa Esperança. Mais informações também pela página oficial no Facebook (acesse abaixo).

https://www.facebook.com/AGROJULIOITAPIRA/