O Governador Geraldo Alckmin, durante cerimonia de posse de ploiciais civis, nos cargos de: Delegado de Polícia, Escrivão de Polícia e Investigador de Polícia Data: 21/11/2017. Local: São Paulo/SP. Foto: Alexandre Carvalho/A2img
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O governador Geraldo Alckmin empossou na terça-feira (21) mais 1.240 novos policiais civis. Os agentes, nomeados no último dia 1º de novembro, vão passar pelos cursos de formação da Academia de Polícia Civil (Acadepol). Após a formatura, reforçarão o efetivo nas regiões do Estado. A cerimônia de posse foi realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, na zona sul da capital.

Do total, 64 são delegados (53 homens e 11 mulheres), 907 investigadores (718 homens e 189 mulheres) e 269 escrivães (177 homens e 92 mulheres). Esses novos policiais civis são os últimos aprovados nos concursos abertos em 2013. Os processos selecionariam policiais para 2.301 vagas. Entretanto, foram chamados 3.937 candidatos, ou seja, um total aproximadamente 71% maior que o previsto inicialmente.

Desde 2011, o governo contratou 4.807 integrantes para o efetivo da Polícia Civil em atuação em todo o Estado. Além disso, já estão em formação outros 116 futuros escrivães e 27 investigadores. Um novo concurso público vai preencher 2.750 vagas para carreiras da Polícia Civil. Os processos selecionarão 250 delegados, 800 escrivães, 600 investigadores, 200 papiloscopistas, 300 agentes de telecomunicação, 400 agentes policiais e 200 auxiliares de papiloscopistas.