Cartaz protesta contra governador Geraldo Alckmin em escola ocupada em Itapira
Publicidade - Anuncie aqui também!
Governador é alvo de protestos no Estado
Governador é alvo de protestos no Estado
Publicidade - Anuncie aqui

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) suspendeu nesta sexta-feira (4) decreto sobre a reorganização escolar no Estado de São Paulo. A medida previa o fechamento de 93 unidades de ensino em todo o Estado e a transferência de 311 mil alunos.

A suspensão será detalhada em entrevista coletiva a partir das 13h00 no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista. Nesta semana, de protestos de estudantes e universitários contrários à proposta se intensificaram. A Polícia Militar tem usado bombas de gás e spray de pimenta para conter as manifestações. Como forma de protesto, estudantes também ocuparam várias escolas – inclusive em Itapira, onde a reorganização afetará cinco das oito escolas estaduais.

No dia 1º deste mês, o governo paulista publicou decreto que autorizava a transferência de professores para a implementação da reorganização escolar. Segundo o governo, o objetivo da proposta era separar as escolas por ciclos, entre anos iniciais e finais do ensino fundamental e do médio. O decreto indicava que as transferências ocorrem “nos casos em que as escolas da rede estadual deixarem de atender um ou mais segmentos ou quando passarem a atender novos segmentos”.