Doria e Munhoz ensaiam reaproximação (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

“Nós fizemos uma aliança do bem”. É dessa forma que o deputado estadual José Antônio Barros Munhoz (PSB) se refere à reaproximação com o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Nas eleições de 2018, Doria se tornou alvo de críticas disparadas pelo ex-prefeito de Itapira, que se aliou ao candidato do PSB, Márcio França.

O ex-vice-governador paulista assumiu o Palácio dos Bandeirantes após a saída de Geraldo Alckmin (PSDB) para disputar a Presidência da República.

Munhoz chegou a deixar o ninho tucano após 15 anos de filiação sob o argumento de não concordar com a candidatura de Doria ao Governo do Estado. França acabou derrotado no segundo turno pelo tucano.

Munhoz também foi reeleito para cumprir o sexto mandato na ALESP (Assembleia Legislativa de São Paulo) e segue no PSB. O posicionamento com relação ao desafeto no momento eleitoral, contudo, agora é outro.

Deputado afirma que rusga era em âmbito político (Divulgação)

 

O tom crítico deu lugar a afagos. “Sou amigo pessoal do João Doria, tenho a honra de ser amigo pessoal do João Doria”, comentou o deputado em recente entrevista. “Fui, inclusive, o primeiro deputado a declarar apoio à sua candidatura para prefeito de São Paulo”.

Munhoz ressalta que na eleição para governador ele e o tucano estiveram “politicamente separados”. “Minha discussão com ele sempre foi em âmbito político. Eu achava que ele não devia sair da Prefeitura para se candidatar a governador, mas o povo quis assim e ele está correspondendo, está trabalhando de verdade é realmente um grande gestor”, disse o deputado.

  • APOIO

O clima de reconciliação entre Munhoz e e Doria já vem se desenhando desde o primeiro semestre. No início de setembro, a assessoria do deputado fez circular um vídeo no qual o parlamentar aparece reunido com o governador e o elogia.

Antes disso, um encontro dos dois também já havia sido registrado e divulgado nas redes sociais do deputado, além de reuniões de Munhoz com o vice-governador, Rodrigo Garcia.

Em recente discurso na Assembleia, Barros Munhoz também elogiou um projeto do governador que tramita na Assembleia e que prevê incentivos às empresas paulistas. “Talvez esse seja um dos melhores projetos em defesa de São Paulo e do emprego da nossa história”, disse.

Munhoz também comentou em recente entrevista que o governador o pediu apoio na ALESP – condição que exigiria reciprocidade. “Ele precisa do meu apoio e eu preciso do apoio dele para exercer meu mandato e ajudar as cidades pelas quais eu fui eleito, muitas delas como o deputado mais votado. São Paulo está em boas mãos, realmente o Doria é um grande gestor”, reforçou.