Rafael ao lado de representantes da Arteris e da escola durante a premiação (Divulgação/Arteris)
Publicidade    
Publicidade - Anuncie aqui

A ETEC (Escola Técnica Estadual) ‘João Maria Stevanatto’, em Itapira, foi uma das ganhadoras do 17º Concurso de Cartões de Natal do Projeto Escola da Arteris Intervias. A unidade foi premiada ao lado de outras cinco instituições educacionais entre escolas estaduais, municipais e uma APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais).

O autor do desenho do cartão e representante da ETEC itapirense é o estudante Rafael Abinadab Oliveira de Santana, de 16 anos e que cursa o 2º ano. Agora, os seis trabalhos premiados serão transformados em cartões oficiais de Natal da Arteris Intervias para serem distribuídos nas praças de pedágio da concessionária com uma mensagem de final de ano.

O concurso foi dirigido aos estudantes das escolas públicas situadas nos municípios lindeiros às rodovias administradas pela Arteris Intervias. A atividade tem o objetivo de estimular a criatividade e visão cidadã dos alunos sob o tema “Apelo contra o atropelo: Dirigir é coisa séria, transitar não é brinquedo”.

Por ser um concurso de Natal, os estudantes precisaram também incluir nos desenhos o cenário natalino. Os trabalhos foram divididos em seis categorias. A Categoria 1 é para os alunos de Educação Infantil e 1º ano. Na Categoria 2 ficaram os alunos do 2º ao 5º ano. Na categoria 3 são alunos do 6° ao 9° ano.

Na categoria 4 alunos da APAE. Na categoria 5 alunos do Ensino Médio e na categoria 6 alunos do EJA. Foi escolhido um desenho por categoria. Além da ETEC itapirense, foram premiadas as escolas estaduais Vicente Casale Padovani, de Araras; Cesarino Borba, de Iracemápolis; as escolas municipais Wladimir Salzano, de Porto Ferreira; Prefeito Amadeu Luis Margutti, de Santa Cruz das Palmeiras; e a escola especial Flor de Maio – APAE de Conchal.

A atividade integrou o Projeto Escola Arteris, desenvolvido na Arteris Intervias, concessionária que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. A premiação aconteceu na noite da última quinta-feira (6) no Teatro Estadual de Araras como forma de reconhecer as instituições que se destacaram nas atividades propostas durante o ano em defesa da cidadania e do trânsito seguro.

O Projeto Escola envolve alunos de escolas públicas do ensino infantil, fundamental ciclo 1 e ciclo 2, Ensino Médio e EJA (Educação de Jovens e Adultos) há 17 anos. Em 2018, o programa atendeu 101 escolas de 19 cidades – (Araras, Casa Branca, Conchal, Cordeirópolis, Descalvado, Engenheiro Coelho, Iracemápolis, Itapira, Leme, Limeira, Mogi Mirim, Piracicaba, Pirassununga, Porto Ferreira, Rio Claro, Santa Cruz da Conceição, Santa Cruz das Palmeiras, Santa Rita do Passa Quatro e São Carlos).

“Há 17 anos, desenvolvemos o Projeto Escola Arteris em parceria com as escolas das cidades atendidas pelas nossas rodovias e, felizmente, notamos um engajamento cada vez maior dos educadores participantes. Este é um momento de celebrar o envolvimento de todos, desde a concepção das atividades até a realização delas”, afirma a coordenadora de Sustentabilidade da Arteris, Maria José Finardi.