Teatro consciente desembarca nas dependências da APAE (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A sede da APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) de Itapira será palco, nesta quinta-feira (18), para a apresentação da peça teatral ‘Cauê no Caminho das Águas’. O evento acontece em duas sessões, às 9h30 e às 13h30, e é gratuito e aberto ao público.

O roteiro conta a história do menino Cauê, que mora em uma tribo indígena com seus familiares e todos seus antepassados. Na comunidade, todos vivem de forma pacífica e em harmonia com a natureza.

Uma lenda local diz que um dia, quando o mundo nem era como é hoje, o deus do Rio encontrou a deusa da Floresta e os dois se apaixonaram. Eles se casaram e construíram aquela tribo, por isso o povo dali se dizia filho dos deuses do Rio e da Floresta.

Certo dia, porém, dificuldades começaram a surgir: o volume de água do rio teve uma diminuição, a água, sempre gostosa e transparente começou a ficar escura e com um cheiro estranho. Em conjunto, os sábios da tribo escolheram Cauê, pequeno, mas corajoso guerreiro, para subir o rio, seguir a trilha das águas, e descobrir em sua fonte qual era a origem dos problemas.

A partir daí, por meio de suas aventuras, o menino Cauê e sua amiga onça mostram a importância do convívio harmonioso com a natureza, a importância da água e como a ação humana está matando a tribo dos filhos do Rio e da Floresta. Além da peça teatral, os espectadores vão receber livros com a mesma história para que possam discutir o assunto em casa e na escola.

  • Consumo consciente

A falta de água é uma realidade em diferentes partes do Brasil, inclusive em regiões onde a escassez de recursos hídricos nunca foi problema. Cada brasileiro consome, em média, 154 litros de água todos os dias, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Regional. A Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda 110 litros por dia para cada pessoa.

“Diante deste cenário, o projeto busca mostrar para as crianças, de modo lúdico, a importância em consumir os recursos naturais de forma consciente. Por meio de uma história divertida e cheia de aventura, queremos passar a mensagem que a preservação ambiental é fundamental”, afirma o supervisor de marketing do Grupo Komedi, Welson Ribeiro. O espetáculo é realizado pelo Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e Economia Criativa, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura (ProAc).