Ruas da Vila Kennedy permanecerão com calçamento original (Paulo Bellini/Arquivo/ItapiraNews)
publicidade

A Prefeitura de Itapira desistiu de dar andamento ao asfaltamento das ruas de calçamento da Vila Kennedy – popularmente conhecido como ‘Tola Cavalo’, após pesquisa realizada com moradores das vias que seriam atendidas.

A consulta realizada de maneira presencial por representantes da Secretaria Municipal de Planejamento e Obras aconteceu depois que um protesto paralisou o trabalho de recapeamento iniciado no dia 23 de outubro na Rua Presidente Keneddy.

Na ocasião, moradores se reuniram e impediram o andamento da obra alegando que o asfalto iria resultar em alagamentos na parte baixa do bairro ao prejudicar a permeabilidade do solo.

O trecho possui diversas minas d´água e já costuma sofrer com alagamentos em alguns pontos quando ocorrem chuvas mais fortes. No dia da manifestação, membros da Prefeitura garantiram que uma pesquisa já havia sido feita, por telefone, e que a maior parte dos moradores era favorável ao asfaltamento.

Moradores conseguiram pausar obras no Tola Cavalo (Paulo Bellini/ItapiraNews)

Entretanto, a administração não forneceu qualquer detalhe a respeito do número de pessoas consultadas, métodos de questionamento, período de pesquisa e controle das ligações, por exemplo.

Muitos moradores afirmaram que não receberam qualquer ligação. Além da Rua Presidente Kennedy, a principal do bairro, outras quatro vias na localidade também seriam asfaltadas: Célio Manoel Vieira, Victorino Zago, Anacleto Magalhães Pereira e Mathias Cintra.

Todas elas já possuem calçamento com pedras do tipo ‘bloquetes’, uma marca característica do bairro.

A confirmação de que o plano da Prefeitura foi cancelado foi feita pelo secretário municipal de Planejamento e Obras, Antônio Carlos Andrigo Ferreira. “Até segunda ordem não faremos a pavimentação dessas ruas. A maioria não quer fazer e a gente vai respeitar”, disse o titular da pasta.

A pesquisa presencial aconteceu ao longo de quase um mês após a suspensão das obras iniciais. Segundo o secretário, o valor referente às vias que estavam inclusas em um pacote com 12 ruas a serem recapeadas será descontado do contrato com a empresa NJ Caetano Empreendimentos Imobiliários, contratada para realizar o trabalho.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui