Caso aconteceu em bairro de Mogi Mirim nesta madrugada (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Dois homens foram mortos a tiros depois de tentarem assaltar a residência de um policial militar em Mogi Mirim. O caso aconteceu na madrugada desta sexta-feira (13).

Os criminosos foram alvejados quando tentavam fugir no carro da vítima, que conseguiu escapar de um quarto onde havia sido trancado dentro de sua própria casa, no Jardim Silvânia, na Zona Norte da cidade.

Segundo as primeiras informações, o policial estava defronte à residência conversando com amigos, por volta da 00h10, quando três homens chegaram em um carro e os renderam, anunciando o roubo.

As vítimas foram levadas para dentro de casa, onde os demais membros da família também foram rendidos. Todos foram trancados em um cômodo do imóvel, enquanto o trio passou a recolher diversos objetos e aparelhos da casa, colocando-os no próprio veículo do PM, que estava na garagem.

Quando se preparavam para deixar a residência, contudo, os ladrões foram surpreendidos pelo policial, que conseguiu abrir a porta do cômodo onde estava. O policial deu ordem para que se rendessem, mas percebeu que os assaltantes iriam reagir a abordagem e viu que um dos invasores estava dentro do seu carro com uma pistola nas mãos.

Com sua arma, o policial atirou no assaltante, que morreu ainda dentro do veículo. Os outros dois, que estavam na rua, saíram correndo, sendo que um deles também foi alvejado e morreu no local. O terceiro indivíduo conseguiu fugir pelas ruas do bairro e agora está foragido.

Os dois homens mortos foram identificados como Gerson dos Santos, 29, e Joelmir dos Santos, 21. Segundo apurado, os dois já cumpriram penas por roubo. Diversas viaturas da PM foram para o local após o ocorrido.

Os policiais constataram ainda que o veículo VW/Fox no qual os criminosos chegaram era produto de roubo. A pistola calibre 380 que foi encontrada com um dos assaltantes tinha a numeração suprimida. O IC (Instituto de Criminalística) também periciou a área e o caso foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Mogi Mirim. Os corpos foram removidos pelo IML (Instituto Médico-Legal) de Mogi Guaçu.