Árvore montada na entrada da cidade em 2016
Publicidade - Anuncie aqui também!
Paganini e Silva posam para foto na árvore montada na entrada da cidade (Divulgação)
Paganini e Silva posam para foto na árvore montada na entrada da cidade (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui

A Acei (Associação Comercial e Empresarial de Itapira) decidiu ‘dar uma força’ para a Prefeitura, de forma que o clima natalino no município não fique ‘no escuro’. A entidade de classe vai pagar pelos enfeites e luzes que serão instalados na próxima semana na região central da cidade.

Na última quinta-feira (8), a Acei também já custeou os enfeites da árvore de natal gigante instalada no canteiro central da Avenida Armando Salles de Oliveira, ao lado do Posto de Informações Turísticas desativado. A ausência de enfeites e iluminação típica desta época do ano em Itapira repercutiu negativamente na última semana, com a Prefeitura se tornando alvo de pesadas críticas por parte da população.

Nas redes sociais, muitas pessoas questionaram a medida, afirmando que o comércio seria ainda mais prejudicado pela falta dos tradicionais atrativos na Rua José Bonifácio, principal corredor comercial do município. Outras pessoas saíram em defesa do governo, questionando a necessidade de investimentos em decoração natalina num momento de crise.

Até a última sexta-feira (9), a administração seguia em silêncio sobre o caso. Ao se manifestar pela primeira vez sobre o assunto, o prefeito José Natalino Paganini (PSDB) atribuiu a ausência da decoração às dificuldades financeiras provocadas pela crise.  “Hoje, tendo em vista a crise nacional, é uma verdadeira falta de responsabilidade de qualquer prefeito brasileiro investir recursos em qualquer área que não seja absolutamente prioritária para a população, como Saúde, Segurança e Educação, entre outras”, afirmou.

No acordo firmado com  presidente da Acei, José Aparecido da Silva, ficou definido que a entidade fornecerá os enfeites, enquanto que a Prefeitura entrará com a mão-de-obra para instalação da decoração. A administração, contudo, não explicou o que aconteceu com os enfeites utilizados até o ano passado, e também não informou se locais como o Parque Juca Mulato e a Encosta do Penhão também receberão decoração especial, como ocorre tradicionalmente. Para Paganini, o uso do dinheiro público em enfeites natalinos neste momento de crise “seria uma temeridade” e poderia culminar na “falta de recursos para a compra de medicamentos para o Hospital Municipal”. “A Associação é uma parceira valiosa que temos, com a qual já fizemos outras ações conjuntas anteriormente, e que reconhece a importância da manutenção desta tradição natalina de Itapira”, finalizou.

Publicidade - Anuncie aqui