Escolas estaduais na mira de plano de reorganização (Arquivo)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Alunos voltam às aulas em escolas estaduais (Arquivo)
Alunos voltam às aulas em escolas estaduais (Arquivo)
Publicidade - Anuncie aqui

As aulas nas escolas estaduais serão retomadas nesta segunda-feira (15). Ao todo, no Estado de São Paulo, são esperados 3,7 milhões de estudantes nas cinco mil unidades da rede.

Em Itapira, 5,3 mil alunos deverão voltar às atividades nas oito escolas estaduais, segundo a Secretaria Estadual de Educação. Depois da polêmica envolvendo a reorganização escolar no ano passado, com consequentes protestos e interrupção do projeto pelo governo estadual, as escolas do município reabrem suas portas sem alterações nos ciclos de ensino.

Ao todo, 312 professores atuam nas escolas estaduais de Itapira. A Antônio Caio, no São Vicente, e a Cândido de Moura, no Jardim Raquel, seguem com os ciclos de ensino Fundamental e Médio, além do EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Na Benedito Flores, no Pé no Cão; Caetano Munhoz, Nos Prados, Elvira Santos de Oliveira, na Santa Cruz; Pedro Ferreira Cintra, na Vila Ilze; e Fenízio Marchini, em Barão Ataliba Nogueira, também são ofertados os ciclos mistos, com ensino Fundamental e Médio.Já na Júlio Mesquita são atendidos os alunos apenas do Ensino Fundamental I – do primeiro ao quinto ano.

A reorganização escolar, suspensa até o próximo ano, segundo o governador Geraldo Alckmin (PSDB), previa alterações nos ciclos de cinco das oito escolas estaduais em operação no município. De acordo com os planos do governo, a Antônio Caio, a Benedito Flores e a Pedro Ferreira atenderiam, a partir deste ano, somente alunos dos anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º). Já a Cândido de Moura e a Elvira Santos de Oliveira receberiam somente os estudantes do Ensino Médio.

Segundo a Secretaria de Educação, pela primeira vez as equipes gestoras das escolas já puderam traçar as metas do planejamento pedagógico a partir da média do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo). “De acordo com os dados, São Paulo obteve em 2015 o melhor resultado em oito anos de avaliação em Língua Portuguesa e Matemática. Foram exatamente com esses números em mãos e os índices por escola que diretores e professores se reuniram nos últimos dias e delinearam as estratégias por turma e ciclo”, informou a pasta.

As atividades do primeiro semestre seguem até o dia 30 de junho, quando são interrompidas para o recesso escolar que segue até o dia 31 de julho. As aulas voltam no dia 1º de julho e o ano letivo deverá terminar a partir do dia 20 de dezembro. A Secretaria de Educação não informou se houve evolução ou redução no número e matrículas de 2014 para este ano, bem com não detalhou quantos alunos foram matriculados em cada unidade da rede.