publicidade

O aumento significativo de casos de Covid-19 em Itapira começou a refletir diretamente na oferta de testes rápidos para detecção da doença em laboratórios particulares do município.

A grande procura acontece em um momento no qual as confirmações de novos casos saltaram mais de 1.300% em janeiro na comparação com o mês anterior.

Entre os três laboratórios que realizam testagem em Itapira – Med Labor, São José e Salutem, todos na região da Santa Cruz – somente o primeiro ainda tem estoque dos testes rápidos de antígeno de coronavírus.

“Na semana entre o Natal e o Ano Novo do ano passado percebemos um rápido aumento na procura de testes, então já comecei a estocar principalmente os testes rápidos, justamente para que não faltasse depois”, comenta a proprietária da Med Labor, Roberta Carmona.

Laboratório Med Labor fica localizado à Rua Duque de Caxias, 9 (Paulo Bellini/ItapiraNews)

De acordo com ela, no início de dezembro o laboratório recebia, no máximo, cinco pessoas por dia em busca do serviço. Nesta semana, esse público chegou a nada menos que 450 em um único dia – na prática, um aumento superior a 11.000% e algo jamais visto desde o começo da pandemia.

A demanda, claro, também fez com que os preços subissem, puxados pelos reajustes em insumos necessários à realização dos testes. Um teste que antes era comprado em lotes por R$ 20 a unidade, passou a custar R$ 80.

  • EM FALTA

Os outros dois laboratórios consultados pela reportagem já encomendaram os testes rápidos, mas ainda aguardam a chegada dos materiais.

Por enquanto, a oferta está concentrada no teste conhecido como PCR-RT, que atua na deteção do material genético do vírus. Entretanto, de acordo com Ricardo Passarela Neto, médico responsável leo Laboratório São José, a procura maior ainda é pelo teste rápido.

“Nossos testes rápidos acabaram na semana passada. Nesta semana chegou um novo lote, mas também já acabou. As pessoas procuram mais pelo teste rápido pelo fato de que o resultado sai em menr tempo. O PCR, além de ser mais caro, também demora cerca de 72 horas para sair o resultado”, explica.

Há mais de 30 anos no mercado, Laboratório São José fica localizado na Praça Coronel Souza Ferreira, 32 (Paulo Bellini/Itapira News)

Passarela também conta que mesmo durante os outros picos de Covid-19 no município a procura não foi tão elevada quando agora. “Vem um da família, o resultado dá positivo, depois vem outras pessoas da mesma família e todos dão positivo. Estou assustado tanto com o movimento quanto com o volume de resultados positivos”, finaliza.

A alta demanda repentina também foi uma surpresa para o laboratório recém inaugurado Salutem. De acordo com o supervisor Fabiano Marangon, a escassez de testes rápidos vem sendo percebida em todo território brasileiro.

“É uma demanda acima do normal, principalmente por atendermos várias empresas que testam os funcionários diariamente. Estamos focados em oferecer os testes para as empresas, para que a economia no país não pare novamente”, explica Marangon.

Inaugurada em outubro do ano passado, laboratório Salutem fica localizado à Rua Manoel Pereira, 220, sala 1 (Paulo Bellini/Itapira News)
  • REDE PÚBLICA

Segundo a responsável pela Divisão de Vigilância Epidemiológica, Josemary Apolinário Cipola, a rede pública ainda conta com testes rápidos para identificar o vírus SARS-CoV-2 na população.

“Nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) é coletado com swab por via nasal e oral e encaminhado para ao Instituto Adolfo Lutz. No Hospital Municipal dependendo da situação é feito o PCR ou antígeno”, explica.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui