Aves foram encontradas mortas próximo à plantação (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Patrulha Ambiental de Itapira e a Polícia Militar Ambiental encontraram 24 aves mortas em uma área rural do município.

O caso aconteceu na terça-feira (17) e a suspeita é de envenenamento mediante ingestão de grãos com herbicidas e inseticidas.

A Patrulha Ambiental já havia recebido informações, ainda no domingo, sobre a presença de aves mortas na região do Córrego do Coxo.

A denúncia foi confirmada após vistoria feita em conjunto com a Polícia Militar Ambiental. A maior parte das aves eram pombos, mas também havia duas siriemas. Todas as aves pertencem à fauna silvestre nativa.

No local ficou constatado que as aves ingeriram grãos de soja que poderiam estar com altas cargas de defensivos agrícolas. Um produtor rural que atua na área, responsável pelo plantio, foi multado em R$ 11 mil pela Polícia Militar Ambiental. O mesmo valor de autuação foi lavrado pela Patrulha Ambiental de Itapira.