Bancários aprovaram proposta e encerraram greve de 21 dias (Divulgação/SP Bancários)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Bancários aprovaram proposta e encerraram greve de 21 dias (Divulgação/SP Bancários)
Bancários aprovaram proposta e encerraram greve de 21 dias (Divulgação/SP Bancários)
Publicidade - Anuncie aqui

A greve dos bancários chegou ao fim na noite desta segunda-feira (26), após assembleias em diversas partes do país.

A categoria aceitou proposta da Fenabran (Federação Nacional dos Bancos) que prevê reajuste de 10% nos salários, piso e PLR (Participação nos Lucros e Resultados) e 14% nos vales refeição e alimentação.

O acordo envolve bancos privados e públicos – como a CEF (Caixa Econômica Federal) e o BB (Banco do Brasil) – de diversos estados. Somente nos estados de Mato Grosso e Roraima a paralisação continua com maior abrangência. Em algumas regiões, somente funcionários de determinados bancos resolveram encerrar o movimento.

Em Itapira, as agências da CEF e do BB suspenderam o atendimento, aderindo à greve nacional. Os dois bancos, nas últimas semanas, operaram somente via autoatendimento. A expectativa é que nesta terça-feira (27) as instituições já normalizem o expediente. Ao todo, a greve durou 21 dias. As informações sobre o resultado da assembléia paulista foram divulgadas pelo Sindicato dos Bancários e Financiários de São Paulo.

Publicidade - Anuncie aqui