publicidade

Com sua data oficial na próxima sexta-feira (26), a Black Friday tem sido a tônica da esperança de novas vendas no comércio local nesta semana.

De carona na ação promocional originada nos Estados Unidos e que consiste na oferta de descontos especiais, os estabelecimentos preparam suas promoções para atrair os clientes e garantir um aumento no faturamento após os meses difíceis em razão da pandemia.

“Temos percebido que vários lojistas estão realizando ações de descontos durante este mês de novembro”, diz o gerente da Acei (Associação Comercial e Empresarial de Itapira), Rafael Pedroso.

Em Itapira, a expectativa dos lojistas é positiva para a data. Na unidade das Óticas Carol, por exemplo, todos os óculos de sol e armação estão sendo vendidos com descontos progressivos até o dia 30 de novembro.

“Neste período no ano passado estávamos no meio da pandemia as pessoas estavam retraídas. Neste ano estamos vivendo um momento de retomada, o que nos deixa muito animados”, comenta o empresário Lucas Cescon Law. A loja fica na Rua José Bonifácio, 205, no Centro.

Lucas, da Óticas Carol, detalha expectativas de vendas pela a Black Friday (Arquivo/Luiza Caporalli/ItapiraNews)

No Brasil, a Black Friday se popularizou tanto que deixou de ser em apenas um dia da semana – sempre na última sexta-feira de novembro. No Shopping Utilidade, por exemplo, as ofertas também já começaram na semana passada com descontos especiais em diversos setores da loja situada às margens da Rodovia SP-147 (Itapira-Lindoia), ao lado do Uniesi (Centro Universitário de Itapira).

“Estamos a milhão, durante a semana de Black Friday alguns itens serão vendidos até mesmo abaixo do preço de custo, e na sexta-feira faremos uma grande promoção surpresa para todos os clientes que estiverem na loja”, adiantou Fábio Fidelix, gerente da unidade.

Shopping da Utilidade fica às margens da Rodovia SP-147 em Itapira (Paulo Bellini/ItapiraNews)
  • RETRAÇÃO

Apesar das altas expectativas para a data, uma pesquisa realizada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) indicou que as vendas da Black Friday devem apresentar neste ano a primeira queda desde 2016 se descontada a inflação acumulada em 12 meses.

Isso porque, apesar do esperado para o valor nominal ultrapassar o montante de 2020, a inflação em 12 meses acumula variação de 10,67%, sendo assim, em termos reais a Black Friday deverá ter uma queda de 6,5% em relação ao ano anterior.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui