Bombeiros Voluntários participaram de ocorrência em Mogi Guaçu (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O 1º GBVI (Grupamento de Bombeiros Voluntários de Itapira) contribuiu na localização do corpo de um homem que estava desaparecido há mais de uma semana em Mogi Guaçu. O cadáver foi encontrado na noite da última segunda-feira (27) em uma área rural da cidade.

O homem, identificado por Eldimar Souza Novaes, de 33 anos, morava na região do Sítio Engenho Velho e havia desaparecido há oito dias. Desde então ele era procurado por amigos e familiares, com o desaparecimento tendo sido comunicado à polícia.

Nesta segunda-feira, porém, os Bombeiros Voluntários de Itapira foram acionados para prestar apoio em um mutirão de buscas que envolveu também o GBR (Grupamento de Busca e Resgate) Sul-Paulista. Os trabalhos começaram no período da tarde e se estenderam por aproximadamente duas horas.

Com auxílio de um cão farejador, as equipes chegaram até um local de mata fechada cercado por plantações, onde o corpo, já em estado de decomposição, foi encontrado entre o leito e a margem de um rio. Com isso, as equipes voluntárias acionaram o Corpo de Bombeiros de Mogi Guaçu e a Polícia Militar. O cão pertence a uma empresa de adestramentos parceira das equipes de busca.

Equipes auxiliaram nas buscas por homem desaparecido (Divulgação)

“A nossa equipe chegou à região por volta das 15h30, e já por volta das 17h30 tivemos êxito em chegar ao local em que o corpo estava. Foi rápido, mas infelizmente a pessoa estava sem vida. O cão também faz parte do nosso Grupamento Voluntário”, frisou o comandante operacional do GBVI, Gabriel Cardoso Lovatto.

A Polícia Científica também foi ao local para a realização da perícia técnica. A remoção do corpo foi feito com a ajuda de um trator, com o cadáver sendo encaminhado ao IML (Instituto Médico-Legal) para exames e posterior liberação à família. As causas da morte ainda serão apuradas, mas a Polícia Civil não descarta a hipótese de homicídio.