Governo brasileiro diz ter garantido mais doses da Coronavac (Divulgação/Agência Brasil)

O Ministério da Saúde informou nesta terça-feira (16) que garantiu mais 54 milhões de doses da vacina Coronavac contra a Covid-19.

A pasta disse ter assinado novo contrato com o Instituto Butantan, que desenvolve o imunizante em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

As entregas acontecerão de maneira gradual, mês a mês. A previsão, considerando as 46 milhões de doses já contratadas, é distribuir aos estados 100 milhões da vacina até setembro.

Segundo o ministério, além da Coronavac, o Brasil receberá mais 42,5 milhões de doses de vacinas fornecidas pelo Consórcio Covax Facility até dezembro.

Também foram contratadas mais 222,4 milhões de doses de vacina contra covid-19 em produção pela Fundação Oswaldo Cruz, e parte desses imunizantes já começou a ser entregue mês passado.

A previsão do Ministério da Saúde é assinar, nos próximos dias, contratos de compra com a União Química. Entre os meses de março e maio, o laboratório deve entregar dez milhões de doses da vacina Sputnik V.

O ministério também espera contratar da Precisa Medicamentos mais 30 milhões de doses da Covaxin, também entre março a maio.

Publicidade - Anuncie aqui