O Instituto Butantan, em São Paulo (Divulgação)

O Instituto Butantan confirmou que receberá uma nova remessa de insumos de três mil litros para o processamento de mais cinco milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus.

A matéria-prima, vinda da biofarmacêutica Sinovac, na China, deve chegar até dia 20 de abril, permitindo que o instituto complete a entrega de 46 milhões de doses até o final do mês para o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Um segundo carregamento deverá chegar ainda em abril, com mais três mil litros, totalizando 10 milhões de doses em IFA (Insumo Farmacêutico Ativo).

Desde janeiro, o Butantan já disponibilizou 38,2 milhões de doses ao PNI, sendo responsável pelo fornecimento de mais de 80% das vacinas contra a Covid-19 aplicadas em todo o Brasil.

Em janeiro foram entregues 8,7 milhões de doses. Em fevereiro, outras 4,85 milhões. Em março o Butantan acelerou a produção e liberou 22,7 milhões de vacinas para os brasileiros.

Neste momento, cerca de 3,2 milhões de vacinas encontram-se em processo de inspeção de controle de qualidade no complexo do instituto – parte integrante do processo produtivo – para serem entregues até o dia 19 de abril ao Ministério da Saúde.

A partir do recebimento de cada lote do IFA, o Butantan executa todo o processo de envase, rotulagem, embalagem e rigorosa inspeção dos frascos de vacinas, o que garante que todas as doses liberadas tenham o mesmo padrão de qualidade.

Publicidade - Anuncie aqui