Após nova autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para uso emergencial da vacina Coronavac, o Instituto Butantan começou a distribuição do segundo lote do imunizante.

Cerca de 900 mil doses foram liberadas. – desse total, 200 mil doses foram levadas ao Centro de Distribuição e Logística da Secretaria da Saúde de São Paulo.

Outras 700 mil vão para a Central de Distribuição do Ministério da Saúde em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

Esse segundo pedido à Anvisa trata de lote de vacinas envasadas pelo próprio Instituto Butantan, em frasco-ampola multidose, contendo dez doses em cada unidade. O processo foi inicialmente submetido à agência no último dia 18.

Segundo o governo do estado, as demais doses envasadas, rotuladas e embaladas no Butantan a partir de matéria-prima enviada da China serão liberadas tão logo passem pela inspeção de controle de qualidade do instituto.

No último domingo (17), o instituto distribuiu 6 milhões de doses da vacina CoronaVac. Com a segunda remessa, são 6,9 milhões de um total de 8,7 milhões de doses estabelecidas em cronograma firmado com o Ministério da Saúde para entrega até 31 de janeiro, conforme divulgou o estado.

Até abril, o governo estadual afirma que o Butantan entregará 46 milhões de vacinas contra o novo coronavírus para todo o país.

Publicidade - Anuncie aqui