Evento propõe ciclo de debates acerta de três pautas de interesse da cidade (Itapira News)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A Câmara Municipal de Itapira será palco durante três noites desta semana para discussões sobre diversos temas de interesse da população itapirense.

Batizado de Seminário da Cidade, o evento é organizado pelo coletivo Se a Cidade Fosse Nossa, ligado ao PSOL (Partido Socialismo e Liberdade).

O formato prevê aberturas com convidados que se apresentarão considerações sobre os temas ao longo de aproximadamente 15 minutos. Em seguida, o público poderá participar com suas opiniões, sugestões e indagações.

O objetivo do evento, segundo o advogado e membro do PSOL de Itapira, Cristiano Florence, é “realizar um diagnóstico e apontar caminhões de soluções para uma cidade mais saudável”. “São momentos para promover debates sobre temas relacionados à cidade nestes três eixos, levantando demandas, discutindo problemas e sugerindo soluções, sempre com convidados especialistas em cada tema”, diz.

Debates acontecem no plenário da Câmara e são abertos ao público (Itapira News

O ciclo de debates começou na noite de segunda-feira (15) com o tema Mobilidade e Meio Ambiente, com participações do arquiteto, urbanista e filósofo Paolo Colosso, das biólogas Maria Odete de Mello e Rayssa Guinato, da também arquiteta e urbanista e Raíssa Oliveira e do professor de Geografia e Pedagogia Lucas Fuini.

O seminário terá continuidade nesta quarta-feira (17), às 19h30, com temática que aborda assuntos ligados ao Desenvolvimento Social, Trabalho e Juventude. Por fim, na quinta-feira (18), também a partir das 19h30, o tema será Saúde e Educação, Para as duas datas, contudo, a organização informou que ainda estavam sendo definidas as participações.

Segundo Florence, embora seja um evento promovido pelo coletivo vinculado ao PSOL e com participação do partido, a ação não é destinada à debater a questão partidária. “Não é um evento partidário, e sim destinado a toda a sociedade, aberto ao público para que todos possam participar”, enfatiza.