Viviana e Luciana levaram o cãozinho para seu novo lar (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Depois de ser deixado para trás por moradores de uma residência que se mudaram, em Itapira, um cãozinho teve um destino muito feliz. O caso repercutiu nas redes sociais e gerou manifestações de revolta contra os responsáveis pela ação de abandono.

Vizinhos da casa acionaram a Patrulha Ambiental e a ONG (Organização Não-Governamental) ‘Anjos sem Asas’ alertando sobre um cãozinho que teria ficado sozinho em um imóvel depois que seus residentes foram embora do local.

Uma foto do cachorro foi publicada nas redes sociais acompanhada de um apelo para que alguém o adotasse ou, ao menos, oferecesse um lar temporário. A medida surtiu efeito rapidamente.

“Infelizmente, temos tido muitos casos de pessoas que se mudam e deixam para trás seus animais. Desta vez, tivemos um final feliz. Ele foi para um lar muito bom”, comentou uma das representantes da ONG, Viviana Camargo, que ao lado de outra integrante do grupo, Luciana Pimentel, levou o cãozinho para sua nova casa.

A pessoa que adotou o animal preferiu não ter a identidade revelada. “É uma pessoa que gosta muito de animais e tem condições de cuidar. Ficamos muito felizes e agradecidas”, completou Viviana. O cãozinho também ganhou um novo nome: Toddynho.

A Patrulha Ambiental informou que um boletim de ocorrência foi registrado contra os responsáveis pelo abandono, que poderão responder por maus tratos de acordo com legislação local, que prevê multa de até R$ 3 mil; e lei federal que estipula pena de reclusão de três meses a um ano, e também multa.