Placa retirada pelo atual governo no ano passado; local ganhará estátua, segundo deputado
Publicidade - Anuncie aqui também!
Placa retirada pelo atual governo no ano passado; local ganhará estátua, segundo deputado
Placa retirada pelo atual governo no ano passado; local ganhará estátua, segundo deputado
Publicidade - Anuncie aqui

O itapirense Hideraldo Luiz Bellini, capitão da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1958, ganhará uma homenagem à altura em sua terra natal.

O jogador, falecido em março passado aos 83 anos, será representado por uma estátua em tamanho natural, confeccionada em bronze, na principal entrada da cidade, no canteiro central da Avenida Armando Salles de Oliveira. A inauguração está agendada para o dia 07 de junho, um sábado, às 16h30. Na data, se vivo, Bellini completaria 84 anos.

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira, durante entrevista do deputado José Antônio Barros Munhoz à Rádio Clube de Itapira. Segundo ele, a escultura será colocada quase no mesmo ponto em que ficava a placa que homenageava o futebolista, colocada no governo de Toninho Bellini, seu sobrinho, e retirada em 2013, no primeiro ano da administração de José Natalino Paganini (PSDB). “É uma justa homenagem que Itapira presta a seu grande filho, que projetou o nome de nossa cidade no Brasil e no mundo. E não só por ter sido itapirense, mas por ter sido quem foi, um esportista fantástico, correto, íntegro e cidadão exemplar que amou sua terra e sempre fez questão de se dizer filho de Itapira”, destacou Munhoz.

A solenidade de inauguração, a poucos dias do início da Copa no Brasil, deverá reunir autoridades, admiradores e familiares do ídolo. Apesar da declaração de Munhoz, até o momento a Prefeitura não divulgou qualquer informação oficial sobre o assunto. Paganini deu entrevista antes de Munhoz, mas não falou nada sobre o tema.

Capitão Bellini em 1958, na conquista do título mundial histórico
Capitão Bellini em 1958, na conquista do título mundial histórico

Segundo informações colhidas pela reportagem, a estátua reproduz Hideraldo Luiz Bellini em seu famoso gesto, quando ergueu a taça sobre a cabeça, com as duas mãos, durante a conquista da Copa de 1958, na Suécia. A obra foi produzida pelo escultor Clóvis Yamin e, segundo o deputado, foi custeada por “amigos”.

O anúncio foi feito pelo deputado, mentor político do atual grupo que administra Itapira, depois que ele criticou o ex-prefeito e sobrinho do homenageado, Toninho Bellini, dizendo que ele (ex-prefeito) “faz parte de uma corriola que infelicitou Itapira por oito anos”. Apesar disso, o deputado disse que todos os familiares do Capitão Bellini estão convidados. “Será uma honra. Essa homenagem não tem nada de política. É uma homenagem de itapirenses para o maior itapirense de todos os tempos”, disse Munhoz.

A retirada da placa que homenageava o jogador foi alvo de grande polêmica para o governo de Paganini, tanto na época do fato como quando o homenageado faleceu. Na época, o governo alegou que a retirada havia sido motivada devido a reformas no local. No enterro de Bellini, por exemplo, o atual prefeito chegou a receber uma cobrança pública para que recolocasse a homenagem no lugar.