Publicidade - Anuncie aqui também!
Carro ficou irreconhecível; ao fundo o caminhão em chamas
Carro ficou irreconhecível; ao fundo o caminhão em chamas
Publicidade - Anuncie aqui

Mais uma tragédia foi registrada no início da tarde desta quinta-feira (17), em Itapira. Um carro colidiu violentamente contra uma carreta na altura do KM 170 da Rodovia SP-352, que liga o município ao Sul de Minas Gerais.

A motorista do carro, Suliene dos Santos Ferreira, 32 anos, foi arremessada para fora do veículo e morreu instantaneamente. O caminhão pegou fogo, mas o motorista não se feriu, apesar de ter ficado em estado de choque.

Pedaços dos veículos ficaram espalhados pela pista
Pedaços dos veículos ficaram espalhados pela pista

Segundo informações preliminares, por volta das 13h20 a vítima fatal dirigia do Chevrolet/Captiva com sentido a Minas.

Por motivos que deverão ser apurados, o veículo se desgovernou e invadiu a pista contrária, indo na direção da carreta que seguia em sentido oposto.

O motorista do caminhão chegou a sair para o acostamento, atingindo o guard rail (proteção). Mesmo assim, o carro atingiu a lateral dianteira do cavalo.

Caminhão pegou fogo e também ficou muito destruído
Caminhão pegou fogo e também ficou muito destruído

O carro então capotou, parando a cerca de 300 metros, do outro lado da pista. As chamas foram controladas por equipes da Defesa Civil e das brigadas de incêndio da Usina Nossa Senhora Aparecida e da Prefeitura.

O Samu foi acionado, mas restou apenas constatar o óbito da vítima. Peças e pedaços de lataria do carro e também do caminhão ficaram espalhadas pela pista, que foi interditada nos dois sentidos.

A Polícia Militar preservou o local até a chegada do delegado Fernando Zucarelli Pinto e do investigador Daniel Portilho. Equipes de resgate chegaram a efetuar buscas pelas proximidades do local do acidente, em meio ao mato, já que foi cogitado que poderia haver mais pessoas dentro do carro. Contudo, a hipótese foi descartada após a chegada de familiares da mulher, que informaram que a vítima estava sozinha no carro.

Tanto o carro quanto a carreta ficaram muito destruídos com o choque. No sentido Minas, o congestionamento atingiu cerca menos três quilômetros. Já no sentido inverso, muitos motoristas optaram por utilizar um atalho em meio ao canavial da Usina. A Polícia Militar Rodoviária também foi ao local e registrou a ocorrência na Delegacia. As causas do desastre serão investigadas pela Polícia Civil.

Pista foi interditada nos dois sentidos
Pista foi interditada nos dois sentidos