Jácomo Mandatto ao lado de Menotti, em foto de 1986 (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O acervo fotográfico pertencente à Casa Menotti Del Picchia, situada no Parque Juca Mulato, começou a ser digitalizado. A medida tem por objetivo garantir a preservação dos negativos e adequar aos tempos modernos o arquivo de imagens do museu destinado à memória do poeta responsável pelo poema que dá nome ao parque.

O trabalho está a cargo do coordenador do Museu Histórico e Pedagógico de Itapira, Eric Apolinário. Desde o passado a Casa está fechada para visitação devido às atividades de levantamento, organização e catalogação de acervo. Os negativos passam por um processo de higienização e, depois de digitalizados, há uma pequena correção de cor para deixar as imagens mais nítidas.

“Após anos guardados, os negativos acabam sofrendo com a ação do tempo e do armazenamento. Por isso é feito um tratamento nas imagens, mas sempre com o cuidado de mantermos uma cópia da original sem qualquer edição”, explicou Apolinário, que já participou de diversos cursos de conservação museológica.

Dentre as imagens já digitalizadas, há uma de Menotti ao lado de Jácomo Mandatto durante a década de 70 em visita à famosa ‘Casa da Avenida Brasil’, residência do poeta em São Paulo. Jácomo manteve uma amizade muito próxima com Menotti, o que proporcionou a doação ainda em vida de seu acervo para Itapira.

Em outra foto, Menotti Del Picchia veste o fardão da Academia Brasileira de Letras. Há também uma da década de 70 registrada durante inauguração do busto que homenageia o escritor e que inicialmente foi instalado no interior do Parque Juca Mulato com o seu rosto voltado para o bairro Cubatão.

Memória de Menotti segue sendo preservada em Itapira (Divulgação)

Na outra, está Menotti ao lado de Jácomo Mandatto na Casa do Poeta, em São Paulo, no ano de 1986, que mostra Mandatto exibindo o cartaz da 5ª Semana Juca Mulato. Ao término da digitalização, as fotos serão catalogadas e depois irão compor o acervo da Casa Menotti Del Picchia, que posteriormente também estará disponível para consulta pública.

Até o momento, já foram digitalizadas mais de 180 imagens dos negativos. Outras cerca de 50 ainda estão sendo trabalhadas. Além dos negativos, a digitalização também ocorrerá com as fotos em papel, manuscritos, documentos, cartas e outras peças do acervo.