Ao todo, 453 casas foram entregues em Mogi Guaçu (A2 Fotografia/Gilberto Marques)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Alckmin entregou chaves a contemplados com novas moradias (A2 Fotografia/Gilberto Marques)
Alckmin entregou chaves a contemplados com novas moradias (A2 Fotografia/Gilberto Marques)
Publicidade - Anuncie aqui

A tarde do último sábado (23) foi de realização de um sonho para 453 famílias do município de Mogi Guaçu (SP), que receberam as chaves de suas casas próprias.

As moradias foram erguidas com recursos oriundos dos governos Estadual e Federal, unindo os programas Minha Casa Minha Vida e Casa Paulista.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) fez a entrega das unidades residenciais ao lado do prefeito da cidade, Walter Caveanha (PTB) e autoridades locais e regionais, bem como o ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

O prefeito de Itapira, José Natalino Paganini (PSDB) e o deputado estadual José Antônio Barros Munhoz também prestigiaram o evento. “Nós fizemos uma boa parceria, assinamos com a presidente Dilma um convênio para construção de 100 mil casas e apartamentos no Estado de São Paulo”, disse Alckmin durante o evento.

Ao todo, 453 casas foram entregues em Mogi Guaçu (A2 Fotografia/Gilberto Marques)
Ao todo, 453 casas foram entregues em Mogi Guaçu (A2 Fotografia/Gilberto Marques)

O investimento total foi de R$ 40,6 milhões, dos quais R$ 8,9 milhões são oriundos do Estado a fundo perdido e R$ 31,7 milhões da União. As 453 casas térreas foram construídas nos empreendimentos Residenciais Pantanal I e II, localizados na Estrada Municipal MG 12, 275, Fazenda Pantanal do Engenho Velho, com 47,55 m² de área total e 43,03 m² de área útil.

O Governo do Estado está aplicando a fundo perdido R$ 19,6 mil por moradia. Os recursos foram repassados para a Caixa Econômica Federal, agente financeiro responsável pela contratação de empresas, supervisão de obras e financiamento do empreendimento. O agente promotor é a Consult Construções e Negócios Imobiliários.

Todas as casas foram destinadas às famílias com renda mensal até R$ 1,6 mil (público alvo do programa da agência Casa Paulista). Os beneficiados, que não podem ter participado anteriormente de nenhum programa habitacional, terão 120 meses para a quitação do imóvel. A menor prestação é de R$ 25,00/mês e a maior de R$ 80,00/mês.

As novas unidades oferecem infraestrutura completa, como área de lazer, dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço, piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos nas paredes da cozinha e do banheiro, medição individualizada de água e acessibilidade. Os conjuntos ainda dispõem de pavimentação, paisagismo, espaço reservado para estacionamento, quadra esportiva, playground, centro comunitário e portaria.

Além das 453 moradias dos residenciais Pantanal I e II, outras 1.400 unidades estão em obras no Residencial Casa Nova. No total, serão 1.853 habitações de interesse social no município, com R$ 29,9 milhões de investimentos da Casa Paulista.