Grande volume de ovos de páscoa ainda nas prateleiras faz lojas baixarem preço (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Publicidade    
Publicidade - Anuncie aqui

A grande quantidade de ovos de chocolate ainda estocados em algumas redes de varejo tem resultado em promoções de última hora que podem beneficiar os consumidores nesta Páscoa. Em parte, isso se explica pela tendência cada vez maior de presentear as pessoas com barras de chocolate ou mesmo com ovos de páscoa feitos em casa.

De acordo com alguns consumidores, leva menos de uma hora para derreter barras de chocolate e colocar em formas ovais. Outra tendência cada vez mais presente nesta época do ano é presentar com chocolates em barras de vários sabores e marcas, montando combos em sacolinhas ou caixas personalizadas..

Caixas de bombons também representam uma alternativa bem mais em conta diante do preço dos ovos. A economia nestes casos pode girar entre 50% e 75% do que seria gasto com a compra de ovos, totalizando o mesmo peso em chocolate.

Isso pelo fato de que uma barra de 100g de chocolate ao leite em um supermercado custa R$ 3,89, enquanto que o mesmo chocolate, no formato de ovo de 185g, custa R$ 37. A barra de 1kg, que, derretida, poderia se transformar em ovos de chocolate, custa R$ 23,99.

Outro exemplo da discrepância de preços entre o mesmo tipo de chocolate são os bombons. Ovos de páscoa de marcas tradicionais de bombom custam, em uma mesma loja, R$ 33,69 (190g), R$ 35,59 (270g), R$ 47,19 (330g). Já o saco de 1kg com os mesmos bombons custa entre R$ 22,99 e R$ 27,99.

Em alguns casos, a frustração nas vendas de algumas das grandes redes de varejo – e a quantidade de ovos ainda em estoque a poucos dias da Páscoa – pode acabar beneficiando consumidores que optarem por comprar na véspera da festa.