Chuva causou transtornos em Mogi Guaçu (Divulgação)
Chuva causou transtornos em Mogi Guaçu (Divulgação)

Uma chuva torrencial que durou menos de uma hora foi suficiente para alagar diversas ruas da região central de Mogi Guaçu na tarde desta sexta-feira (3), além de outros pontos da cidade.

De acordo com a Defesa Civil da cidade, em menos de uma hora, entre 13h40 e 14h20, choveu nada menos de 59,4 milímetros, o que equivale a 10 dias de chuva para esta época do ano.

Em consequência do grande volume de água, trechos da Avenida dos Trabalhadores e das ruas José de Paula e Paula Bueno ficaram alagados. A Praça Padre Amani também ficou debaixo d’água, assim como muitos veículos, como motos e carros.

 Nos bairros, as ruas Ponta Grossa, no Ypês; Santa Júlia, na Vila Santa Júlia; Princesa Izabel, no Areião, além das proximidades do Sesi, no Jardim Nova Odessa; e entre outros o Centro de Convergência Cultural, que funciona na antiga estação de trem, também foram alguns dos locais atingidos pela forte enxurrada.

De acordo com a Prefeitura, muitos galhos, objetos diversos e lixo obstruíram os bueiros e contribuíram para o alagamento das vias. “Na região central, outro agravante constatado pela Defesa Civil foi a colocação de lixo para coleta diária muito antes do horário de recolhimento, o que fez com que sacos de lixo também obstruíssem as galerias”, informou nota emitida pela administração graçuana. Ainda segundo a Prefeitura, a Defesa Civil monitorou todas as áreas e não registrou vítimas.

Publicidade - Anuncie aqui