Chuva causou transtornos em Mogi Guaçu (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Chuva causou transtornos em Mogi Guaçu (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui

Uma chuva torrencial que durou menos de uma hora foi suficiente para alagar diversas ruas da região central de Mogi Guaçu na tarde desta sexta-feira (3), além de outros pontos da cidade.

De acordo com a Defesa Civil da cidade, em menos de uma hora, entre 13h40 e 14h20, choveu nada menos de 59,4 milímetros, o que equivale a 10 dias de chuva para esta época do ano.

Em consequência do grande volume de água, trechos da Avenida dos Trabalhadores e das ruas José de Paula e Paula Bueno ficaram alagados. A Praça Padre Amani também ficou debaixo d’água, assim como muitos veículos, como motos e carros.

 Nos bairros, as ruas Ponta Grossa, no Ypês; Santa Júlia, na Vila Santa Júlia; Princesa Izabel, no Areião, além das proximidades do Sesi, no Jardim Nova Odessa; e entre outros o Centro de Convergência Cultural, que funciona na antiga estação de trem, também foram alguns dos locais atingidos pela forte enxurrada.

De acordo com a Prefeitura, muitos galhos, objetos diversos e lixo obstruíram os bueiros e contribuíram para o alagamento das vias. “Na região central, outro agravante constatado pela Defesa Civil foi a colocação de lixo para coleta diária muito antes do horário de recolhimento, o que fez com que sacos de lixo também obstruíssem as galerias”, informou nota emitida pela administração graçuana. Ainda segundo a Prefeitura, a Defesa Civil monitorou todas as áreas e não registrou vítimas.