Chefe do SIG, investigadora Lígia com uma das cobras apreendidas (Paulo Bellini/ItapiraNews)
publicidade

Uma operação desencadeada na tarde desta sexta-feira (4) em Itapira resultou na apreensão de duas cobras de origem americana, com criação e venda proibidas no Brasil.

Os animais silvestres estavam em dois apartamentos situados no Condomínio Residencial Morada Nova, na região do bairro José Tonolli.

A informação chegou ao conhecimento das autoridades por meio do Disque-Denúncia 181. A Patrulha Ambiental também recebeu informações de que as cobras seriam alimentadas com animais domésticos como filhotes de gatos e de cachorros – isso ainda será investigado.

Além de integrantes do órgão de fiscalização municipal e de policiais civis do SIG Serviço de Investigações Gerais), a ação iniciada por volta das 14h00 também contou com apoio de membros da Defesa Civil.

O homem que seria responsável pelas cobras não foi localizado. A informação é de que ele está hospitalizado. Ele e outro homem que estava na posse de uma das cobras deverão ser indiciados por crime ambiental e maus-tratos.

As duas cobras são da espécie conhecida por Corn Snake, ou cobra-do-milho em tradução literal. O animal exótico não tem autorização do Ibama para venda, criação e posse em território brasileiro.

O médico veterinário Rodrigo Luiz Domingues foi acionado para avaliar a integridade física das cobras, que deverão ficar aos cuidados de um especialista da região na condição de fiel depositário.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui