João Oliveira é um dos responsáveis pela exposição (Paulo Bellini/ItapiraNews)
publicidade

Uma exposição gratuita no Museu Histórico de Itapira revela parte do acervo fotográfico do radialista Luiza Antônio da Fonseca, o Toy.

A mostra aberta no dia 24 de outubro – data em que Itapira chegou aos 201 anos de fundação – segue disponível  até o dia 24 de janeiro no espaço situado no interior do Parque Juca Mulato, área central da cidade.

A exposição foi organizada pelo fotógrafo Fábio Zangelmi e pelo professor João Oliveira e traz diversos registros, alguns inéditos, do tempo em que Toy fazia faculdade em São Paulo e integrou a cena de vanguarda da música e do teatro.

Nessa época, o jovem que viria inclusive a ser vice-prefeito municipal de Itapira – entre 2000 e 2004 – frequentou os grandes festivais da MPB (Música Popular Brasileira) e participou peças e shows, mantendo contato direto com nomes como Chico Buarque, Rogério Duprat, José de Abreu e Roberto Freire, por exemplo.

Imagens chamam atenção por contextos históricos e artísticos (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O amor à fotografia fez com que ele eternizasse diversos momentos, entre eles alguns episódios que entrariam para a história, gerando um acervo bastante rico tanto historicamente quanto artisticamente.

A exposição nasceu de uma ideia antiga de João Oliveira e remete à época em que vários entusiastas da fotografia se reuniram em um foto clube em Itapira.

“Muita gente atuava e um dos membros era o Toy, ele sempre contava histórias, levava umas fotos antigas para mostrar pra gente. Era incrível poder ver que o Toy tinha fotografado nossos ídolos”, diz Zangelmi.

Durante a organização, os idealizadores do projeto fizeram reuniões entrevistas com o fotógrafo para entender toda sua história. Parte da conversa se transformou em um vídeo disponibilizado no portal online da exposição (assista também abaixo).

A mostra foi viabilizada com recursos oriundos da Lei Aldir Blanc e, além de fotos já reveladas por Toy Fonseca, os organizadores também conseguiram revelar alguns negativos que estavam guardados, resultando em imagens inéditas.

A criação do site foi pensada para que, além da exposição, mais pessoas possam ter acesso ao acervo, por tempo indeterminado. “Pretendemos alimentar com frequência, porque além do conteúdo que já temos, ainda existem mais fotos a ser catalogadas”, finaliza Zangelmi.

  • TRAJETÓRIA

Toy Fonseca foi responsável pela programação musical da Rádio Clube de Itapira, emissora fundada por seu pai, Luiz Norberto da Fonseca, ao lado de amigos em 1950; e administrada por ele ao lado do irmão, Luiz Norberto da Fonseca Filho – o Betuska, por muitos anos.

Atuou também como radialista, disseminando informações e realizando inúmeras coberturas jornalísticas em uma série de eventos marcantes e importantes para a história de Itapira.

Ator José de Abreu em foto de Toy Fonseca (Toy Fonseca)

Com isso, além da fotografia também acumulou uma série de registros em áudio e vídeo. Foi também vice-prefeito municipal de Itapira. Estudou Direito na PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo, período em que integrou a cena de vanguarda da música e do teatro na cidade.

Além de frequentar os festivais da MPB, participou do elenco da peça Morte e Vida Severina, dirigida por Silnei Siqueira e Roberto Freire e baseada na obra homônima de João Cabral de Melo Neto, com a qual teve a oportunidade de excursionar pela Europa participando de festivais como o de Nancy, na França, onde a peça ganhou os prêmios de crítica e público.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui