Casarão começou a ser demolido nesta segunda-feira (Paulo Bellini/Itapira News)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

A demolição do casarão conhecido por ‘Sobrado do Coronel Chico Vieira’, no Centro de Itapira, começou a ser realizada nesta segunda-feira (25).

O prédio, que há anos vem se deteriorando, já vinha sofrendo intervenções em sua estrutura.

A presença de máquinas logo nas primeiras horas da manhã confirmou o destino do casarão, que deverá vir totalmente abaixo.

Recentemente, a Câmara Municipal aprovou requerimento no qual solicitava explicações à Prefeitura acerca das obras no imóvel.

Mantenha-se bem informado: curta nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e também pelo Twitter
Casarão histórico fica no Centro de Itapira (Paulo Bellini/ ItapiraNews)

O imóvel fica na parte alta da Praça Bernardino de Campos, ao lado da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha, e ficou conhecido como ‘Sobrado do Coronel Chico Vieira’.

O prédio com dois andares foi construído ainda no final do século 19 e serviu como moradia do farmacêutico, industrial, fazendeiro e prefeito de Itapira durante toda a década de 1910, Francisco Vieira.

Foto do ano de 1960 mostra casarão durante a construção da Igreja Matriz (Divulgação)
  • RISCOS

O atual proprietário do prédio, Júlio César Delatorre, já adquiriu o imóvel em ruínas e afirma que a estrutura está condenada. Tanto que obteve autorização da própria Prefeitura, após avaliação da Defesa Civil, para proceder com o processo de demolição.

De acordo com ele, as trincas que chegam a seis centímetros de espessura não só comprometeram a estrutura como resultaram em riscos de desabamento.

“Fomos intimados a fazer a demolição do prédio em razão do risco que ele oferece”, disse em recente entrevista ao jornal Tribuna de Itapira.

Sobrado histórico fica na parte alta da Praça Bernardino de Campos (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O empresário, inclusive, lembrou da importância da preservação de bens históricos, mas frisou a responsabilidade sobre qualquer acidente envolvendo a estrutura. “Preservar a história é importante, porém mais importante é preservar vidas”, disse.

Segundo apurado pela reportagem, a ideia inicial é demolir a parte do sobrado do casarão com o uso das máquinas, justamente para eliminar qualquer risco de desabamento.