Corpo de comerciante foi encontrado em canavial (Reprodução)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Chico Manera, como era conhecido, pode ter se suicidado após envolvimento em briga (Reprodução)
Chico Manera, como era conhecido, pode ter se suicidado após envolvimento em briga (Reprodução)
Publicidade - Anuncie aqui

O comerciante mogimiriano João Francisco Manera, 32, foi encontrado morto em um canavial às margens da SPI- 177/342 (Itapira-Mogi Guaçu), mais precisamente na localidade conhecida como Jacuba.

O cadáver foi localizado na tarde de domingo (30) por guardas civis municipais, após denúncia anônima. O corpo de Manera estava em uma estrada de terra em meio à plantação, caído de bruços e com um ferimento causado por um tiro na cabeça.

Ao lado do corpo foi encontrado um revólver calibre 32, com três cartuchos intactos e um deflagrado. A Polícia Civil trabalha com a hipótese de suicídio, mas ainda aguarda a conclusão dos trabalhos periciais. Na tarde do dia anterior, sábado (29), Manera se envolveu em uma briga ocorrida em um bar no Centro de Mogi Mirim. Na ocasião, conforme registro policial, ele teria efetuado diversos disparos contra um empresário também de 32 anos, que foi atingido nas costas, mas não morreu.

Após o ocorrido, Manera deixou o local e não foi mais encontrado. Seu corpo foi localizado às 17h30 ao lado de seu carro, uma pick-up, que estava com a porta aberta. No interior, a polícia encontrou seu celular, carteira e uma comanda do bar em que estava no dia anterior. O corpo foi removido ao IML (Instituto Médico Legal) de Mogi Guaçu, onde passou por exames necroscópicos e residuográfico, sendo posteriormente liberado para sepultamento. A ocorrência da briga foi registrada da Delegacia de Polícia de Mogi Mirim, enquanto que o encontro do corpo foi registrado em Itapira.