Dr. Jorge faleceu aos 64 anos, deixando legado de muitas amizades, ética profissional, respeito e alegria (Reprodução/Fabiano Franco)
publicidade

O médico Jorge Filipe Costa, conhecido pela atuação ao longo de duas décadas no Hospital Municipal, morreu na última quinta-feira (13) aos 64 anos de idade, vitimado pelas complicações decorrentes da Covid-19.

Muito conhecido na cidade e tendo o grande carisma como uma das principais características, ele estava internado há mais de um mês e lutava contra a doença.

O anúncio do falecimento consternou grande parte da comunidade itapirense, especialmente profissionais da área da Saúde, pacientes e colegas de trabalho. Foi a segunda morte por coronavírus de um médico na cidade em um espaço aproximado de um mês.

Em 11 de abril, o município também perdeu o pediatra Luiz Otávio de Barros Vieira, que atuava no Hospital Municipal e chegou a ser diretor clínico da instituição.

Natural de Niterói (RJ), Dr. Jorge se formou na Faculdade de Medicina de Teresópolis. Além do hospital itapirense, ele também trabalhou nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) de Bragança Paulista e de Mogi Mirim e na Santa Casa Anna Cintra, em Amparo, entre outros hospitais em diversas cidades.

Deixou um legado de muitas amizades, sendo reconhecido pela ética profissional, pelo respeito ao trabalho e às pessoas de uma forma geral. Sua presença era considerada sinônimo de alegria e companheirismo.

Era casado com a enfermeira Priscila Silva e deixa também os filhos Daniel, Victor, Raquel, Ana Luiza, Ana Júlia e Laura, além de netos. Seu corpo foi sepultado no Cemitério Municipal da Saudade.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui