Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O segundo caso positivo de Sarampo em Itapira foi confirmado pela Divisão de Vigilância Epidemiológica. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (6).

O resultado enviado pelo Instituto Adolfo Lutz chegou na quarta-feira (4), confirmando a doença em uma paciente de 36 anos.

A mulher, que reside e trabalha no bairro dos Prados, não tem histórico vacinal anterior contra Sarampo e passou por atendimento na Santa Casa de Itapira em razão dos sintomas típicos da doença e permaneceu internada por quatro dias.

A partir da notificação, o protocolo de suspeito foi aplicado e todos os familiares e pessoas próximas da paciente foram vacinados. Como a paciente não saiu do município o caso foi investigado e considerado autóctone.

Neste momento a paciente já se encontra totalmente recuperada em casa. Esse é o segundo caso positivo da doença no município. O primeiro foi confirmado na semana passada e trata-se de um homem de 33 anos morador do Tanquinho e que trabalha no bairro dos Prados.

Esse também é autóctone. Outros quatro casos suspeitos são investigados e aguardam exames: uma mulher de 25 anos que mora nos Prados e trabalha no Centro; um bebê de 10 meses que mora nos Prados; um bebê de nove meses que mora no Flávio Zacchi; e um homem de 24 anos morador do Flávio Zacchi e que trabalha com viagens.

  • Prevenção

A prevenção contra o Sarampo é a vacinação. A população deve procurar as Unidades Básicas de Saúde portando a Carteira de Vacinação para avaliação e aplicação da vacina se necessário.

Em caso de sintomas da doença deverá procurar por atendimento medico o mais rápido possível e evitar se deslocar de um local para outro, pois o sarampo é altamente contagioso.

Desde o dia 22 de agosto as crianças de seis a 11 meses passaram a receber a dose de Tríplice Viral, chamada “Dose Zero” que pode reduzir os casos em menores de um ano.