Andresa, presidente do Conselho Tutelar, cobra atendimento especializado
Publicidade - Anuncie aqui também!
Andresa, presidente do Conselho Tutelar, cobra atendimento especializado
Andresa, presidente do Conselho Tutelar, cobra atendimento especializado
Publicidade - Anuncie aqui

A presidente do Conselho Tutelar de Itapira, Andresa de Fátima Magyori de Mattos, cobra mais ações do Poder Público no sentido de prestar atendimento especializado a crianças e adolescentes dependentes químicos no município.

Em entrevista concedida à EPTV (emissora afiliada à TV Globo), a conselheira afirmou que, hoje, o atendimento pode ser considerado como um “ciclo vicioso”, e defendeu a criação de um Caps (Centro de Atenção Psicossocial) focado no atendimento infantil.

“Eu estou atendendo hoje crianças e adolescentes filhos de pais, que foram usuários e são traficantes, mas que não receberam atendimento necessário anos atrás. É um ciclo vicioso”, alertou.

O Caps existente em Itapira é voltada apenas ao atendimento a adultos, mas, segundo Andresa, cerca de 60% dos casos atendidos são de jovens, entre eles crianças com idade inferior a dez anos.

Recentemente, um caso envolvendo drogas e criança ganhou repercussão. Um bebê de um ano e meio foi internado depois de ingerir uma pedra de crack. A criança continua em estado grave, na UTI Pediátrica do Hospital de Clínicas da Unicamp.

A Prefeitura informou, em nota enviada à EPTV, que já iniciou estudos para a criação de um projeto de Caps infantil, mas disse que não há prazo para a conclusão desses estudos. Salientou ainda que a construção de um centro especializado deve exigir grandes investimentos, e seria necessário aporte de verbas vindas do Estado e da União.

Resposta

No mesmo dia em que a matéria da EPTV foi ao ar – quinta-feira (21) – a assessoria de comunicação da Prefeitura divulgou um texto em que afirma que o município mantém ações para “fortalecer o combate ao uso de álcool e drogas na infância e adolescência”.

O texto divulgado parece ser uma resposta à abordagem da emissora. “Diversas ações da Prefeitura de Itapira, organizadas pelas secretarias municipais, têm ajudado a combater o uso de drogas por menores de idade no município. As atividades seguem uma ação coordenada, em que a colaboração entre os diversos setores acaba produzindo resultados práticos e afastando das ruas centenas de jovens que poderiam ficar expostos aos vícios. Todas as ações tem apoio integral do prefeito José Natalino Paganini (PSDB), que solicitou especificamente atenção total à questão desde o início de seu mandato. Ele acompanha as ações através de despachos regulares com os secretários das pastas e procura permanentemente soluções para o problema”, diz o material da assessoria. O texto, na íntegra, está disponível aqui.

Para Andresa, conforme comentou na entrevista, os resultados práticos não atendem as expectativas. “É como se a gente estivesse enxugando gelo. A gente faz, tenta, cobra as autoridades, mas resultados positivos nós não temos”, criticou.