Coral Cênico do Balangandã se apresenta na Festa de Maio (Paulo Bellini/Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O Coro Cênico do Projeto Balangandã tem compromisso marcado para a noite desta quarta-feira (8) em Itapira. O grupo se apresenta na 131ª edição da Festa de Maio, tradicional evento que acontece até o próximo dia 13.

A apresentação do coral acontece às 21h30 no Palco Cidade, instalado no Largo São Benedito. O evento é aberto ao público, com classificação etária livre. É a primeira vez que o Projeto Balangandã marca presença na programação da Festa de Maio.

Com duração aproximada de 25 minutos, o Coro Cênico abordará um repertório composto por quatro peças, sendo três com divisão de vozes e um em cânone. As músicas que serão apresentadas são: ‘O Cirandeiro’, ‘Aonde Quer Que Eu Vá’, ‘Dig-Dim, Dig-Dom’ e ‘A Maré Encheu’. O coral do Balangandã reúne crianças e adolescentes com idade entre 8 e 18 anos.

A turma atual conta com 38 alunos, mas a apresentação na Festa de Maio deve reunir 32 deles. “O objetivo da apresentação é preparar as crianças para apresentações públicas, estimulando a performance de cada aluno e favorecendo a desinibição, além de divulgar parte do resultado das atividades desenvolvidas no cotidiano do projeto”, comenta o coordenador administrativo do Paulo Bazani.

Antes da apresentação do Coro Cênico, o Palco Cidade recebe a apresentação de dança do Estúdio Arte & Movimento. Depois do coral, o público confere a exibição da Cia Gióia Rara, também de dança.

Com patrocínio das empresas Laboratório Cristália e Haes Confecções por meio do PROAC (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), o Projeto Balangandã oferece atividades gratuitas de Canto Coral e musicalização, além de manter um polo do Coro Cênico na entidade CAHEK (Casa dos Amigos ‘Helen Keller’), que atua no suporte a deficientes visuais.

“O objetivo geral do projeto é estimular potencialidades de cada indivíduo, proporcionando vivências por meio de práticas musicais e corporais que buscam o resgate e a continuidade de brincadeiras e músicas, apropriando-se principalmente do repertório da cultura da infância e do folclore brasileiro”, explica a professora Letícia Fernandes.

As atividades podem ser acompanhadas pelas redes sociais – página oficial no Facebook (www.facebook.com/projetobalanganda) e pelo Instagram (@projetobalanganda). Mais informações também podem ser obtidas pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone/WhatsApp (19) 9.8110-8181