Cerimônia restrita acontece na capela da Usina (Paulo Bellini/Itapira News)

O corpo da empresária Carmen Ruete de Oliveira, falecida nesta sexta-feira (30) aos 93 anos, está sendo velado na capela localizada no interior da Usina Nossa Senhora Aparecida, onde também fica a casa na qual ela residiu por várias décadas.

A viúva do comendador Virgolino de Oliveira, fundador do GVO (Grupo Virgolino de Oliveira), morreu em São Paulo, onde estava internada no Hospital Israelita Albert Einsten.

Inicialmente, a informação era de que o corpo seria transladado da capital paulista diretamente para o sepultamento no Cemitério Municipal da Saudade, sem velório no município.

A família, entretanto, mudou os planos e optou pela cerimônia na capela da Usina – o que, segundo apurado, atenderia desejo da própria Dona Carmen.

Corpo chegou a capela por volta das 11h50 (Paulo Bellini/ItapiraNews)

O acesso ao velório está aberto para a população em geral até 15h00.

O corpo chegou por volta das 11h50 na capela. O funeral está a cargo do Serviço Funerário Itapirense.

No início da tarde haverá uma missa de corpo presente e, em seguida, o cortejo sairá com destino ao cemitério, onde ocorre o sepultamento.

O caixão será transportado em carro aberto – possivelmente caminhão da Defesa Civil e escoltado pela GCM (Guarda Civil Municipal), em um trajeto pela Avenida Comendador Virgolino de Oliveira, Avenida Rio Branco, Rua Saldanha Marinho e Rua da Saudade.

Funeral em Itapira está a cargo do Serviço Funerário Itapirense (ItapiraNews)
  • VIDA

Dona Carnen, como era carinhosamente chamada, nasceu em 7 de novembro de 1927 na cidade de Araras (SP).

Em 1952 se casou com o industrial Virgolino de Oliveira, união da qual nasceram três filhos: Carmen Aparecida Ruete de Oliveira; Virgolino de Oliveira Filho e Hermelindo Ruete de Oliveira.

Em março de 2003 ela foi agraciada com o Título de Cidadania Itapirense pelos relevantes serviços prestados à comunidade local.

Em abril de 2012, a Câmara Municipal de Itapira instituiu a comenda ‘Medalha Carmen Ruete de Oliveira’, anualmente entregue às mulheres de destaque no município no dia 8 de março, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. Dona Carmen também empresta seu nome ao Recinto Agropecuário de Itapira.

Print Friendly, PDF & Email

Publicidade - Anuncie aqui