Corpo de Bellini foi velado em São Paulo e chegou em Itapira à noite
Publicidade - Anuncie aqui também!
Momento em que o corpo de Bellini deixava o salão nobre do São Paulo
Momento em que o corpo de Bellini deixava o salão nobre do São Paulo
Publicidade - Anuncie aqui

O corpo do itapirense Hideraldo Luiz Bellini, capitão da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1958, já está sendo velado em Itapira.

O féretro chegou ao município por volta das 20h30 desta sexta-feira (21), e o velório acontece no Ginásio de Esportes ‘Benedito Alves de Lima’ (Itapirão).

Antes disso, Bellini foi velado em São Paulo, no salão nobre do São Paulo Futebol Clube, no Estádio do Morumbi, entre 06h00 e 15h00.

De lá, o corpo foi transladado para Itapira, e a chegada ocorreu com atraso devido a grandes congestionamentos no trajeto de 164 km entre a capital e a terra natal do bicampeão mundial.

Bellini morreu aos 83 anos na última quinta-feira (20), em São Paulo. Ele estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Nove de Julho. Há pelo menos 10 anos ele sofria de Mal de Alzheimer e, nos últimos três, ficou bastante debilitado.

O corpo do ex-jogador, que eternizou o gesto de levantar sobre a cabeça, com as duas mãos, a taça Jules Rimet, será sepultado neste sábado (22), às 11h00, em Itapira, no Cemitério Municipal da Saudade, atendendo a seu próprio desejo.

A cerimônia em São Paulo reuniu familiares, amigos e autoridades especialmente da área esportiva. O caixão foi coberto com uma bandeira do São Paulo, clube pelo qual Bellini também atuou. A esposa Giselda Bellini e o filho Hideraldo Bellini Júnior permaneceram o tempo todo no recinto e também já estão em Itapira.

Corpo de Bellini foi velado em São Paulo e chegou em Itapira à noite
Corpo de Bellini foi velado em São Paulo e chegou em Itapira à noite