Alarme disparou provocado por luz de lanterna de celular dentro da agência (Itapira News)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

O acionamento automático do sistema de alarme antifurto Banco Santander em Itapira levou viaturas da GCM (Guarda Civil Municipal) e um caminhão-pipa da Defesa Civil à agência situada na Rua Comendador João Cintra, na região central do município.

Eram por volta de 21h00 quando as unidades policiais receberam informações sobre a presença de muita fumaça no local. A suspeita inicial era de um incêndio na área dos caixas eletrônicos ou até mesmo uma tentativa de ataque à agência.

Felizmente, tudo não passou de alarme falso. Segundo a Defesa Civil, a chamada ‘cortina de fumaça’ – dispositivo para dificultar ações criminosas contra os equipamentos do banco – foi acionada por uma falha do sistema de segurança.

Unidades da GCM e da Defesa Civil foram ao local (Itapira News)

“Aparentemente, faltou luz na área dos caixas eletrônicos e um cliente, ao tentar fazer um saque, utilizou a lanterna do telefone celular. Essa situação foi interpretada como um comportamento estranho no interior da agência pelos sensores do sistema de segurança, que acionou os dispensadores de fumaça”, explicou o agente da Defesa civil Rubens Motta.

A gerência da agência foi comunicada do ocorrido e central de monitoramento do banco também já acompanhava o caso remotamente e descartou qualquer risco ao ambiente. Segundo a GCM, o procedimento após a constatação do alarme falso foi somente o de aguardar a dissipação da fumaça pela própria circulação de ar.

Guardas e agentes da Defesa Civil conversam após constatar alarme falso (Itapira News)