Guarda Civil carrega uma das crianças abandonadas (Divulgação)
Guarda Civil carrega uma das crianças abandonadas (Divulgação)
Guarda Civil carrega uma das crianças abandonadas (Portal Nogueirense)

Duas crianças guaçuanas, uma de um ano e meio e a outra de 3 meses de idade, foram encontradas abandonadas em um canavial na cidade de Artur Nogueira (SP), na manhã de ontem (16).

A Guarda Civil Municipal informou que, por volta das 11h30, recebeu a informação de que uma menina de aproximadamente dois anos de idade havia aparecido, a pé, em um sítio localizado no Bairro Cassimiro, zona rural da cidade, sentido a Mogi Mirim (SP).

Imediatamente, os guardas se dirigiram até o local indicado e, durante o patrulhamento, se depararam com a criança de três meses de vida, abandonada, no meio do caminho. “Ela estava no meio da estrada, toda suja. Pensei que fosse uma boneca, mas não era. Para a nossa surpresa, era uma criança”, afirmou o GCM Roberto.

Devido a situação da bebê, os guardas retornaram e foram direto ao Pronto-Socorro Municipal de Artur Nogueira, onde a criança recebeu atendimento médico.

Já em Mogi Guaçu, os GCM´s Fernandes, Everton e Rabelo patrulhavam pela Rua 10, no Jardim Canaã II, quando foram solicitados por populares a prestar ajuda a uma senhora que passava mal. Após conversa com a mulher, os guardas descobriram que se tratava da avó dos menores abandonadas em Artur Nogueira e que ela havia reconhecido as crianças por uma reportagem transmitida pela TV.

Mãe das crianças foi identificada e está desaparecida (Portal Nogueirense)
Mãe das crianças foi identificada e está desaparecida (Portal Nogueirense)

A avó contou que a filha dela, Thatiane Turbiane Chaves, de 20 anos, havia saído cedo de casa com as duas meninas, alegando que iria até a delegacia fazer um boletim de ocorrência contra o ex-marido, o qual, segundo a avó, teria a ameaçado de morte por não aceitar a separação do casal.

Os GCM´s foram até a casa do ex-marido de Thatiane, no Jardim Nova Europa, zona Norte de Mogi Guaçu. Lá, encontraram o pai das crianças e o conduziram até a Central de Polícia Judiciária e, em seguida, para a Delegacia de Artur Nogueira, onde prestou depoimento.

Na madrugada de hoje (17), o delegado de Artur Nogueira, Dr. José Donizeti de Melo, concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre o andamento do caso. “As investigações vão continuar. Logo pela manhã iniciaremos uma varredura pelo local onde as crianças foram encontradas. Teremos apoio da Polícia Militar na operação. O ex-marido chegou a dizer que a Tatiane vinha sendo violentada e estuprada por outras pessoas. Realmente existe um boletim desta natureza. Estamos investigando todos os potenciais suspeitos”, relatou o delegado responsável pelo caso. Após prestar depoimento, o ex-marido de Tatiane foi liberado. As crianças continuam em Artur Nogueira sob a responsabilidade da Justiça.

com informações do Portal Mogi Guaçu & Portal Nogueirense

Publicidade - Anuncie aqui