Mosquito Aedes aegypti é o transmissor da dengue e outras doenças (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Os casos de dengue em Itapira chegaram a 22 neste ano, segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura.

Ao todo, já foram 272 notificações de casos suspeitos em 2020. Outros nove exames aguardam a chegada dos resultados.

Do total de casos confirmados neste ano, 12 são autóctones, ou seja, o contágio dos pacientes ocorreu na própria cidade.

Outros seis são considerados importados, que é quando o contágio ocorre em outra localidade, e quatro são apontados como indeterminados.

Os casos positivos estão concentrados em vários bairros da cidade, como Achiles Galdi, Cubatão, Prados, Flavio Zacchi, Jardim Guarujá, Jardim Macucos, Jardim Soares, Penha do Rio do Peixe, Santa Cruz e São Vicente.

As autoridades de saúde pedem para que a população aproveite o período de quarentena, em que muitas pessoas estão em casa, e façam a busca e eliminação e eventuais criadouros do mosquito Aedes aegypti, que transmite a doença.

Vale lembrar que municípios vizinhos como Mogi Guaçu e Mogi Mirim vivem uma epidemia de dengue, com mais de dois mil casos no município mogimiriano e mais de 1.300 em território guaçuano somente nestes cinco primeiros meses do ano.