Publicidade - Anuncie aqui também!
Publicidade - Anuncie aqui

Uma denúncia apresentada pelo promotor de Justiça de Itapira, Rodrigo Lopes, resultou na condenação de um homem acusado de comandar um esquema de tráfico de drogas no município.

Celso Taliatelli, conhecido por ‘Rabada’, foi sentenciado nesta terça-feira (23) a 41 anos de prisão em regime inicialmente fechado, além de pagamento de multa.

A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público com base em um extenso histórico de ocorrências envolvendo apreensões de drogas em um endereço ligado ao acusado na Rua do Cubatão.

No local, conhecido nos meios policiais por ‘Biqueira do Rabada’, diversas vezes foram localizados entorpecentes, mas o suspeito de ser o ‘dono’ do ponto de venda de drogas nunca era detido.

Desde 2016 a Promotoria de Justiça trabalhava no caso, reunindo provas e elementos que ligavam o acusado ao comércio de entorpecentes e o colocavam como responsável pelas atividades ilícitas no endereço.

Os trabalhos, inclusive, contaram com a cooperação de policiais civis e militares e guardas civis municipais que muitas vezes fizeram apreensões no local.

“O Poder Judiciário acatou a tese da Promotoria de que Taliatelli era responsável pelas substâncias ilícitas comercializadas em um porão construído para este fim ao lado de sua casa”, informou nota do Ministério Público divulgada nesta quarta-feira (24).

De acordo com a denúncia, o réu fez uma obra para fechar “a parede que dá acesso a um porão, criando uma entrada separada pela via pública, onde ali instalou, no próprio imóvel em que reside sua filha, uma das mais movimentadas ‘biqueiras’ desta cidade para a venda de entorpecentes, em especial, de cocaína na forma de crack, ‘especialidade’ do denunciado”.

Ainda segundo a Promotoria, Taliatelli também se utilizava, muitas vezes, de adolescentes e até mesmo de usuários para efetuar as vendas de drogas. Quando algum indivíduo era detido, “imediatamente outro era colocado no local pelo denunciado, para continuar a venda de entorpecentes para si”, acusou a denúncia do Ministério Público.

Vale ressaltar que ‘Rabada’ já está preso desde 2018, quando foi detido pela Polícia Militar também em uma situação configurada como tráfico de drogas.

Publicidade - Anuncie aqui