Caixões foram jogados em terreno atrás de cemitério (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui também!
Caixões foram jogados em terreno atrás de cemitério (Divulgação)
Caixões foram jogados em terreno atrás de cemitério (Divulgação)
Publicidade - Anuncie aqui

Um cenário macabro e desagradável foi constatado na manhã da última quinta-feira (22) pela reportagem do Itapira News na região do Jardim Raquel: detritos oriundos de funerais estão sendo descartados a céu aberto, em um terreno na Rua Celencina Caldas Sarkis.

A área fica atrás do Cemitério Parque Municipal da Paz e ao lado da sede da UIPA (União Internacional Protetora dos Animais). Além de concentrar muito mato, o terreno também vem servindo de depósito para restos de urnas funerárias – os populares caixões.

Além disso, no local também há restos de flores comumente utilizadas em sepultamentos, bem como forração dos caixões e até roupas em meio a entulhos do que parecem ser tampas de túmulos. Até mesmo um caixão infantil foi descartado no local, resultando em um cenário que resultou em indignação aos vizinhos da área – o pessoal da UIPA – e em visitantes da entidade que também viram os detritos. “No sábado (dia 16), durante um banho de sol de uma gatinha que acolhemos, ela escapou da coleira e correu para o terreno. Voluntários e funcionários entraram na área para procurá-la e se depararam com as urnas”, contou a presidente da UIPA, Vivian Maria Guerreiro.

Reportagem confirmou descarte irregular, Prefeitura não se manifestou
Reportagem confirmou descarte irregular, Prefeitura não se manifestou

De acordo com ele, o descarte irregular já não é nenhuma novidade no local. “Infelizmente, não é a primeira vez que isso acontece e sempre gera muita indignação nas pessoas, tanto pelo perigo de acúmulo de água e vetores, quanto pelo aparente descaso com o descarte de caixões”, frisou a presidente. De acordo com Vivian, ano passado a mesma situação já foi percebida no local. A Prefeitura foi comunicada e a limpeza foi feita. “Particularmente, não acho que seja papel da UIPA comunicar as autoridades sobre o descarte incorreto de material do cemitério, ainda mais em local onde o descarte de entulho é proibido pela própria Prefeitura”, asseverou.

OUTRO LADO

Procurada pela reportagem na tarde desta sexta-feira, a assessoria de imprensa da Prefeitura não se manifestou sobre a situação.